As soluções devem ser implantadas futuramente na empresa de petróleo. Foto: divulgação.

A Petrobras e o Sebrae lançaram o segundo edital do Programa Petrobras para Inovação – Módulo Startups, voltado a atrair soluções tecnológicas para futura implantação na empresa de petróleo.

No novo edital, estão previstos R$ 10 milhões para viabilizar a geração de inovações. 

As inscrições estão abertas até o dia 28 de junho e o processo seletivo será conduzido ao longo de 2020, sendo finalizado em setembro. 

Poderão ser inscritos projetos nas seguintes áreas: tecnologias digitais, robótica, eficiência energética, catalisadores, corrosão, redução de carbono, modelagem geológica, tecnologias de inspeção e tratamento de água.

Cada proposta poderá receber recursos da ordem de R$ 500 mil, podendo chegar ao limite de R$ 1 milhão – a depender do valor agregado ao negócio da Petrobras.

Os empreendedores contarão com assessoria da Petrobras e do Sebrae, durante e após o processo de seleção, para que suas soluções possam ser implantadas e gerem valor no curto prazo. 

Para os projetos finalizados com sucesso, a petroleira afirma que buscará viabilizar a continuidade para a fase de implantação e testes piloto.

“Queremos, por meio dessa segunda onda, continuar incentivando o empreendedorismo, para que as empresas se tornem parte da cadeia de valor da Petrobras e contribuam com a evolução tecnológica da indústria de energia”, afirma Nicolás Simone, diretor de transformação digital e inovação da Petrobras.

O Sebrae deve apoiar os empresários em questões relativas às prestações de contas, gestão empresarial, acesso a mercado e outras consultorias que se mostrarem necessárias durante o processo.

De acordo com a Petrobras, serão lançados editais durante os cinco anos de vigência do programa, com recursos de até R$ 60 milhões provenientes da cláusula de Pesquisa e Desenvolvimento e Inovação, uma contrapartida legal pela operação das petrolíferas.

O primeiro edital do programa, lançado em julho de 2019, atraiu candidatos de todo o país e selecionou sete startups entre as 261 inscritas.

A Petrobras registrou lucro líquido de mais de R$ 40 bilhões em 2019, o que representa um crescimento de 55,7% na comparação com o ano anterior.