FINTECH

Solfácil capta US$ 100 milhões

11/05/2022 14:21

Rodada série C foi liderada pela QED, com participação de Softbank, Valor Capital Group e VEF.

Fabio Carrara, CEO da Solfácil. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Solfácil, fintech especializada no financiamento de painéis solares, recebeu um aporte de US$ 100 milhões (R$ 500 milhões) em rodada série C liderada pela QED Investors com participação de SoftBank, VEF e Valor Capital Group.

Fundada por Fabio Carrara, ex-consultor do Boston Consulting Group que atua desde 2015 no setor de geração solar distribuída, a startup nasceu em 2018 com um sistema de empréstimo digital para pessoas físicas, pessoas jurídicas e produtores rurais.

Em 2021, lançou a Loja Solfácil, seu próprio marketplace de equipamentos solares para conectar seus mais de 8 mil integradores, que realizam as instalações, a diversas opções de distribuidores e marcas, oferecendo mais de 5 mil kits com painéis solares, inversores e racks.

Nos últimos três anos, a startup também desenvolveu um dispositivo de internet das coisas (IoT) que possibilita aos integradores e clientes finais o monitoramento preventivo dos sistemas para a maximização da produção de energia.

Hoje presente em todos os 27 estados do Brasil, a fintech tem registrado crescimento de oito vezes ao ano e já financiou mais de R$ 1,2 bilhão em empréstimos solares, tornando-se o segundo maior emissor de títulos verdes no Brasil em 2021. 

Segundo a consultoria Greener, a Solfácil é atualmente a terceira maior financiadora solar do país, atrás apenas do Banco Votorantim e do Santander. Em 2021, a empresa ocupava a sétima posição e a meta é se tornar a primeira até o final deste ano. 

“Em pouco tempo, a empresa se tornou um dos líderes do setor de financiamento solar no Brasil e acreditamos que essa posição deve se fortalecer cada vez mais. Deixou de ser apenas uma fintech, tornando-se uma plataforma de tecnologia com soluções para parceiros e consumidores que pode acelerar o crescimento de toda a cadeia”, celebra Mike Packer, diretor da QED. 

A rodada acontece 10 meses após uma série B de R$ 160 milhões, também liderada pela QED. Com o novo aporte, a Solfácil pretende ampliar a oferta do seu ecossistema.

Veja também

APORTE
Lume Robotics capta R$ 2,4 milhões

Startup especializada em carros autônomos espera quadruplicar o faturamento em 2022.

ENERGIA
SolarZ recebe aporte de R$ 1,5 milhão

Rodada na startup potiguar contou com Bossanova e Domo Invest.

BOLADA
Compra da Movidesk pode sair por R$ 611 milhões

Zenvia abriu valores sobre negócio anunciado no final do ano passado.

CIBERSEGURANÇA
Clavis recebe aporte de R$ 15 milhões

Investimento vem da Visagio e deve dar fôlego para uma futura abertura de capital.

PECUÁRIA
Rúmina levanta R$ 25 milhões

Rodada série A foi liderada pela Barn Investimentos com participação da Indicator Capital.

IoT
Syos recebe aporte de R$ 12 milhões

Investimento é o quinto feito pelo fundo Indicator Capital.