Waze agora é do Google. Foto: divulgação.

O Google confirmou nesta terça-feira, a aquisição da startup Waze, desenvolvedora de um app de mapeamento e localização social. A aquisição, segundo especulam analistas, ficou em cerca de US$ 1,1 bilhão.

Embora maiores detalhes sobre o valor da negociação ou os detalhes da transação não foram revelados, a compra sinaliza um investimento grande do Google para fortalecer sua estratégia de mapeamento e negócios móveis.

Além disso, conforme o Techcrunch, ao agregar a tecnologia do Waze, o Google ganha um fôlego extra para continuar na briga pelo segmento social, onde o Facebook ainda mantém uma folgada dianteira.

Segundo o site, o site de Mark Zuckerberg tentou comprar a startup israelense, mas acabou perdendo para a gigante das buscas.

Através do Waze, que além de um app de localização social é também um app de coleta de dados, o Google poderá aliar sua expertise nos mapas e cruzar estas informações com os dados postados pelos usuários.

"Isso significa que o Facebook terá que continuar usando dados de terceiros para suas aplicações de localização, ou terá que procurar em outro lugar", afirmou Ingrid Lunden, do TechCrunch.

Atualmente, o mercado norte-americano é o mais importante para o Waze. Cerca de 12 milhões dos 44 milhões de usuários cadastrados na plataforma estão em território norte-americano. Com o apoio do Google, o plano é intensificar o marketing da plataforma e ampliar esta base.