Super Muffato testa DataBar. Foto: Flickr.com/flavioarns

A paranaense Mufatto, sexta maior rede nacional de supermercados, com 40 unidades e faturamento de R$ 2 bilhões em 2011, é o primeiro associado da GS1 Brasil a iniciar piloto com o DataBar, código que permite automatizar o controle de validade de produtos em pontos de venda. A novidade conta com parceria da Toledo do Brasil e Intermec, na parte de hardware para emissão de etiquetas com o código, da RR Etiquetas e da Totvs, que entra na parte de software. Com o sistema integrado, a balança (ou outro hardware, já que o projeto é expansivo) emite uma etiqueta com o código que contém a data de validade de perecíveis. Assim, ao passar no caixa, se o produto estiver vencido, o sistema mostra uma mensagem na tela do operador, impedindo a efetivação da venda. “O objetivo é aumentar a segurança do consumidor e facilitar o trabalho na cadeia de abastecimento, evitando transtornos ao comércio e ao cliente em possíveis reclamações por aquisição de produtos irregulares”, explica Rodrigo Souza, assessor de Negócios da GS1 Brasil. O assessor também destaca que, para adotar o sistema, os supermercados podem preservar seu investimento em equipamentos já comprados, bastando adicionar módulos de software e o hardware que imprima o código DataBar. O que, garante ele, não tira de cena o famoso código de barra. “A adoção do novo código nõa quer dizer que os tradicionais códigos EAN/UPC serão substituídos. Todos se complementarão. Cada um terá uma aplicação específica”, ressalta ele. Gláucia Civa cobre o Brasil em Código - Conferência Internacional da GS1 Brasil sobre Automação e Logística a convite da GS1 Brasil.