Claudio Violato, presidente da ABIPTI.

O vice-presidente de tecnologia do CPqD, Claudio Violato, foi eleito presidente da Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI), para um mandato de dois anos. 

A eleição ocorreu durante assembleia geral da entidade, que reúne 165 instituições públicas e privadas de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico, com presença nas cinco regiões e 27 unidades da Federação.

“A ABIPTI é uma entidade representativa que tem dado uma contribuição importante para o fortalecimento da tecnologia e da inovação no Brasil”, afirma Violato. 

Formado em Engenharia Eletrônica pela Universidade de Brasília (UnB), Claudio Violato está no CPqD desde a sua criação, há 37 anos.

Violato reconhece a importância do trabalho realizado pela gestão de Isa Assef dos Santos, à qual substitui na presidência da ABIPTI, e revela que pretende construir um planejamento estratégico para os próximos anos, junto com os cinco vice-presidentes regionais da entidade - também eleitos pelos institutos de pesquisa filiados.

Na região sul, o VP é é Luiz Fernando Vianna, do Lactec. Já o sudeste tem Paulo Roberto Santos Ivo, do Instituto Eldorado, como representante.

O vice-presidente da região centro-oeste é Maurício Antônio Lopes, Embrapa. 

A presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Maria Olívia de Albuquerque Ribeiro Simão é a vice-presidente da região norte, enquanto Frederico Cavalcanti Montenegro, do Instituto de Tecnologia de Pernambuco, representa o nordeste.

A ABIPTI possui estreita parceria com os conselhos nacionais de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência Tecnologia e Inovação (Consecti) e das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap), além do Fórum de Secretários Municipais da Área de C&T. 

Também participa do Conselho Consultivo da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) e do Conselho de Administração do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos. 

Promove e incentiva a Aliança Estratégica para a Promoção da Inovação Tecnológica, estabelecida em conjunto com a Associação Nacional de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia das Empresas Inovadoras (Anpei) e a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).