Cultura Inglesa aposta em LMS da BlackBoard.

A Cultura Inglesa, rede de ensino de inglês com 70 unidades no Brasil, o software Collaborate da Blackboard.

“Estamos investindo muito para garantir a qualidade dos novos cursos online”, comenta Colin Paton, gerente de Tecnologia Educacional da rede de ensino, destacando que objetivo é dar uma guinada nas aulas online e mobile até 2015.

A expectativa da rede de ensino é que as aulas e tutorias mobile estejam estruturadas e em funcionamento até o final de 2014. O software de colaboração da BlackBoard funcionará integrado ao sistema de gestão de ensino open source Moodle.

A empresa tem mais de 60 mil alunos, divididos em salas de aula no Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e Espírito Santo e os cursos online, disponíveis desde 2000.

“Já estamos sentindo a necessidade de disponibilizar tutorias via celular ou tablet. Com o apoio da Blackboard, conseguiremos ter um sistema de aulas online muito mais eficaz”, prevê Colin.

Outra expectativa da empresa é aumentar o número de alunos acessando os conteúdos online. Isso porque, tem havido um aumento da procura por ferramentas de colaboração on-line que permitem aos alunos interagirem uns com os outros e com os instrutores remotamente.

A Blackboard é representado com exclusividade no Brasil desde 2011 pelo Grupo A, editora de livros educacionais sediada em Porto Alegre.

Há 38 anos no mercado, a Grupo A – Artmed Editora até 2010 – é uma holding formada pelos selos editoriais Artmed, Bookman, Artes Médicas, McGrawHill, Penso e Tekne.

São clientes da BlackBoard organizações como Feevale, Grupo Positivo, FAAP, Dom Cabral, ESPM e Senac-SP.

A multinacional fechou o capital em 2012, após ser adquirida por US$ 1,64 bilhão por um fundo de investimentos. Em 2010, último ano para o qual existem dados públicos do ano, o faturamento foi de US$ 447,32 milhões.