Baguete
InícioNotícias> InVentures aplica R$ 3,5 mi em aceleração

Tamanho da fonte:-A+A

STARTUPS

InVentures aplica R$ 3,5 mi em aceleração

Júlia Merker
// terça, 11/07/2017 13:35

A InVentures VCC (Venture Construction Company), holding do Grupo ECC, investirá R$ 3,5 milhões nos próximos 12 meses em empresas iniciantes com negócios voltados para serviços profissionais, novas tecnologias, soluções digitais e educação. 

A InVentures VCC investirá R$ 3,5 milhões nos próximos 12 meses em empresas iniciantes. Foto: Pixabay.

A iniciativa irá fornecer aporte financeiro, jurídico e fiscal. O programa vai selecionar entre seis e oito empresas.

O foco da Inventures para o aporte de capital são empresas de serviços profissionais e consultivos com metodologias e algoritmos proprietários de marketing, branding, relacionamento com consumidores, fidelidade, pesquisa, inteligência (analytics), gestão, inovação e sustentabilidade.

Instituições desenvolvedoras de novas tecnologias e canais para relacionamento entre empresas, consumidores e usuários; assim como em empresas de soluções, aplicativos e mídias digitais, especialmente em mobilidade, convergência e colaboração também estão na mira da consultoria, assim como as operações que atuam com soluções remotas e colaborativas de educação e capacitação também estão na mira da companhia.

“A exigência é que a empresa tenha na base pelo menos um cliente grande em operação, ou seja, com solução ou serviço com contrato real e em funcionamento, de preferência com médias ou grandes companhias. Não compramos ideia no papel”, explica Daniel Domeneghetti, CEO da InVentures.

O investimento ainda contempla recursos como consultoria estratégica, branding e comunicação, networking, management team e estrutura corporativa. 

Além disso, pode ser incluído espaço físico, suporte de escritório, infraestrutura (telecom, hosting, hardware, software e redes), project management, desenvolvimento de negócios e serviços, marketing e web-development, assim como acompanhamento jurídico e contábil.

Com 17 anos de atuação, a companhia já acelerou projetos de diferentes setores. Seu primeiro grande investimento foi o Multibroker, no ano 2000.

No site da InVentures, as startups interessadas podem preencher um descritivo do projeto.

Júlia Merker