Baguete
InícioNotícias> SPI usa tecnologia de simulação Siemens PLM

Tamanho da fonte:-A+A

patrocinado por
Siemens
OTIMIZAÇÃO

SPI usa tecnologia de simulação Siemens PLM

Júlia Merker
// sexta, 11/08/2017 11:18

A SPI Integradora, empresa nacional de engenharia com 25 anos de mercado, adotou as soluções Siemens PLM Software Plant e o Process Simulation da plataforma Tecnomatix, software que simula processos de produção.

A SPI Integradora adotou as soluções Siemens PLM Software Plant e o Process Simulation. Foto: Divulgação.

Para a empresa, as soluções foram fundamentais para otimização do fluxo de materiais e da logística de todas as instalações de uma fábrica. 

“A ferramenta Tecnomatix consegue atender nossas necessidades mais urgentes e colocar soluções no mercado de forma mais rápida, ao mesmo tempo em que também acomoda demandas personalizadas de clientes”, relata Elcio Brito, diretor de operações da SPI.

De acordo com o especialista, com a Siemens PLM, a SPI reduziu retrabalhos nos projetos de 20% a 30% e conseguiu aumentar a produtividade de seus colaboradores.

A SPI possibilita a viabilização de processos produtivos inovadores, construídos com base na combinação de tecnologias como Robotização, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Sistemas ERP, Sistemas PLM, Sistemas MES, Sistemas LIMS, Sistemas SCADA, Sistemas DCS, Dispositivos Móveis, Beacons, dentre outras.

De acordo Brito, antes da adoção das tecnologias Siemens PLM, a empresa enfrentava muitos retrabalhos justamente pela falta de uma ferramenta que pudesse antever possíveis falhas durante o desenvolvimento de um processo ou maquinário. 

“Também havia a questão do gasto de tempo além do esperado, já que a equipe precisava validar com os clientes possíveis reparos que não tínhamos como prever antes de um piloto, gerando recorrentes atrasos nas entregas", detalha.

Inicialmente, em 2013, a SPI começou a adotar as ferramentas da Siemens apenas para validar seus serviços de consultoria e comprovar sua produtividade. Depois, a integradora de sistemas adotou o NX, solução integrada de projeto de produto, engenharia e manufatura, que ajuda as empresas a entregar melhores produtos mais rapidamente e com mais eficiência. 

A SPI também implementou a solução Tecnomatix, que tem auxiliado na otimização do fluxo de materiais, na utilização de recursos e na logística para todos os níveis de planejamento.

“A Siemens PLM tem um portfólio de produtos bem abrangente, tanto para a área de automação discreta quanto para processos e manufatura digital. Como a SPI quer ampliar seu portfólio de serviços na área de engenharia, a Siemens é um grande parceiro para nós hoje em dia”, pontua Marcos Barbosa, diretor executivo da SPI Integração.

A SPI Integração de Sistemas tem centro tecnológico em São Caetano do Sul (SP), fábrica em São Paulo (SP) e escritórios em Detroit (USA), Rosário (Argentina), São Leopoldo (RS) e Salvador (BA).

Júlia Merker