Vale recebendo a brasileirada. Foto: flickr.com/photos/N000@3

A agência digital paulista F.biz inaugurou sua segunda base nos Estados Unidos. Depois de Miami, a companhia abriu um escritório em São Francisco, se aproximando do ambiente tecnológico e de inovação do Vale do Silício.

Segundo reporta o Meio & Mensagem, o início da nova operação estava programado para 2014, mas a agência antecipou o plano para aproveitar oportunidades imediatas de negócios na região.

O foco da agência com a nova operação é intensificar sua participação em projetos de mobile marketing e conhecer de perto tendências do segmento no mercado norte-americano, também focando em projetos de marketing em jogos eletrônicos - os adgames.

“Temos a missão de descobrir tecnologias que possam ser utilizadas em projetos de mobilidade de nossos clientes no Brasil”, revela Marcelo Castelo, sócio-fundador da F.biz.

Outro plano é levar o know how do o mercado latino-americano às empresas do Vale do Silício, mais antenadas às empresas asiáticas e européias, mas que desconhecem as empresas sul-americanas.

A direção da filial São Francisco foi para as mãos de Ana Carolina Hevia, diretora de Desenvolvimento de Negócios da agência desde 2011.

Para dar o pontapé inicial aos trabalhos, Hevia passou três semanas baseada na sede do WPP - grupo internacional que controla a F.biz - em São Francisco junto com outras 20 empresas da holding como MEC, Real Media Group e Dynamic Logic.

Na parte de jogos, Hevia participou de reuniões com desenvolvedores de games, entre eles, Gameloft e Eletronic Arts, negociando espaço de mídia para essas empresas no continente latino-americano.

NO VALE

Referência em tecnologia e inovação há pelo menos duas décadas, o Vale do Silício cresceu na mira das empresas digitais nacionais, principalmente nos últimos anos.

No mês passado, foi inaugurado em São Francisco o Centro de Negócios da Apex-Brasil, com escritório de internacionalização para empresas brasileiras que miram a Costa-Oeste norte-americana e Espaço Start-Up Brasil.

O escritório conta com serviços de suporte à internacionalização, inteligência de mercado, promoção comercial e acesso a investidores. Já a estrutura para empresas nascentes é voltada a participantes do programa Start-Up Brasil, criado pelo MCTI.

No segmento de agências de marketing digital, como é o caso da F.Biz, quem também investiu na internacionalização rumo ao vale foi a Movile, desenvolvedora de conteúdos em entretenimento móvel.

A empresa paulista abriu o escritório no final de 2012, de olho na criação de aplicações voltadas ao público hispânico norte-americano.

Outra que apostou suas fichas em São Francisco foi a Predicta, empresa paulista de marketing digital que tem participação minoritária do grupo gaúcho RBS.

Da base norte-americana, a Predicta foca iniciativas globais como o SiteApps, marketplace de aplicativos para melhorias de websites, como aceleradores de e-commerce, formulários de contato, integração com redes sociais, games, entre outros.