O complexo do Hospital das Clínicas tem oito prédios e 2,5 mil leitos. Foto: Divulgação.

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, adotou a tecnologia de integração da InterSystems para compartilhar informações dos registros dos pacientes nas 10 unidades, incluindo o Instituto da Criança, Instituto do Coração (InCor) e o Instituto do Câncer. D

O complexo do Hospital das Clínicas tem oito prédios e 2,5 mil leitos. O local é um centro de referência nacional e latino-americano em traumas, tratamento de câncer, doenças cardíacas, pediatria e outras especialidades.

O HC utuliza o sistema para dados dos registros dos pacientes, tais como endereço, idade, gênero e filiação, entre as unidades hospitalares. 

A tecnologia da InterSystems suporta o padrão internacionalmente reconhecido HL7 (Health Level 7) para troca de informações de saúde. O padrão HL7 é utilizado por autoridades em saúde em todo o mundo como um modelo de linguagem para troca de dados entre diferentes hospitais, clínicas e laboratórios. 

“Em um futuro próximo, nós planejamos expandir a implementação para adicionar informações clínicas registradas nos Prontuários Eletrônicos dos Pacientes (PEP), de modo que toda a equipe médica compartilhe o histórico hospitalar de seus pacientes, independente da unidade onde foram atendidos”, diz Jacson Barros, diretor coordenador de TI do Núcleo Especializado em Tecnologia da Informação do HC. 

A implementação foi realizada com o apoio técnico da Magna Sistemas, empresa de serviços de TI que tem entre seus clientes Danone, HStern, IBM e SBT.

Fundada em 1978, a InterSystems é uma empresa com sede em Cambridge, EUA. Seus produtos são usados em mais de 100 países. A empresa fornece gerenciamento de dados, interoperabilidade estratégica e plataformas de análises usadas nos setores de Saúde, Serviços Financeiros, Governo e outras indústrias.