Acho que é adeus, então. Foto: divulgação.

Desde que a Microsoft assumiu o controle da Nokia em uma transação de US$ 7,2 bilhões anunciada no ano passado, especulações corriam soltas sobre o futuro da empresa finlandesa e como ela figuraria dentro da Microsoft. Parece que agora vai: a marca Nokia deve dar lugar ao nome Microsoft Mobile.

Segundo dados do blog norte-americano Geeks on Gadgets, um documento interno vazou da empresa de Redmond, afirmando que gradualmente a marca Nokia está sendo apagada dos produtos.

"Sites regionais da Nokia.com já começaram a ser redirecionados para páginas do domínio da Microsoft, e a palavra Nokia é dificilmente mecionada quando são mencionados novos produtos com Windows Phone", destacou a matéria do site.

Segundo a publicação, a empresa controlada por Natya Sadella vai abandonar completamente o nome Nokia, adotando Lumia como a principal marca para os futuros produtos de sua linha móvel.

Os telefones Lumia 830 e 730 serão os últimos a contar com o logo da Nokia. Depois disso, os celulares virão com os nomes da Microsoft e Lumia em seus designs.

Embora com a Microsoft e o Windows Phone a Nokia tenha melhores resultados do que teve nos últimos anos, em que foi engolida pela Apple e pelo Android, o fim da marca Nokia não deixa de ter notas tristes.

No boom dos telefones celulares, no final dos anos 90, a Nokia chegou a ser líder de mercado, disputando este posto com a Motorola, empresa comprada pelo Google em 2012.

Entretanto, com o Windows Phone, a linha Lumia pode ter um futuro promissor. Desde o ano passado o Windows Phone já ocupa o terceiro lugar no mercado de sistemas móveis, com 2,5%, atrás do iOS (12%) e Android (85%), segundo o IDC.