O Facebook acaba de lançar oficialmente o Workplace. Foto: Divulgação.

O Facebook acaba de lançar oficialmente o Workplace, rede social corporativa antes chamada de Facebook at Work. Após um período de testes, a plataforma agora pode ser contratada por qualquer empresa.

A ferramenta voltada para organizações que tem como principal objetivo facilitar a comunicação entre os funcionários.

Para o Business Insider, o sistema é um concorrente direto para serviços como HipChat e Slack.

A rede social corporativa do Facebook conta com um Programa de Parceiros, em que um empresas como Deloitte e Microsoft vão integrar seus sistemas e serviços ao Workplace.

A provedora de armazenamento em nuvem Box também faz parte dos parceiros. A empresa vai permitir hospedagem e compartilhamento de arquivos no Workspace com o seu serviço nos próximos meses.

O Workplace conta com os recursos tradicionais do Facebook, como o feed de notícias, conversas e troca de arquivos em grupos, transmissões ao vivo, reações, pesquisas e postagens.

Entre as novidades do Workplace estão os Grupos Multi-Empresas, em que funcionários de organizações diferentes podem trabalhar em conjunto.

O Workplace também oferece recursos como painéis analíticos de login único e fornecedores de identidade para facilitar a integração entre a rede social e os sistemas de TI existentes.

Desde o período piloto com o Facebook at Work, a rede social conquistou mais 1 mil clientes corporativos, como Danone, Booking.com e Mercado Livre.

O Facebook tem um modelo de precificação mensal para o Workplace baseado em usuários ativos. 

Para os primeiros 1 mil usuários ativos por mês, o valor é de US$ 3 por pessoa. Entre os usuários 1.001 e 10 mil, o valor passa para US$ 2. Já para colaboradores além de 10 mil, o preço é de US$ 1 por usuário.

Organizações sem fins lucrativos e instituições educacionais podem usar o Workplace gratuitamente.