Marco DeMello, CEO da PSafe. Foto: Divulgação.

A PSafe, empresa brasileira focada em segurança e performance mobile no país, abriu um escritório no Vale do Silício, nos Estados Unidos. 

Para iniciar as operações em território norte-americano, a PSafe planeja investir cerca de US$ 20 milhões nos próximos 12 meses. 

O valor será destinado a ações de marketing, formação de equipe e comunicação com o público local, além da adaptação do principal produto da companhia, o aplicativo PSafe Total, já disponível em inglês

Inicialmente, a unidade receberá uma equipe composta por 15 colaboradores da empresa que ficarão alocados no país.

“Esse é um momento muito importante para a PSafe. Desde o início de 2016 já oferecemos nosso app para os usuários de Android nos Estados Unidos, mas a decisão de ter uma filial no coração da tecnologia mundial é o grande passo que marca nossa história”, afirma Marco DeMello, CEO da PSafe.

A chegada aos Estados Unidos representa o segundo movimento internacional da companhia que, em outubro de 2015, abriu um escritório no México. 

A ampliação para o mercado mexicano permitiu que a PSafe conquistasse, além do público local, mais de 3 milhões de usuários nos Estados Unidos, devido à grande influência latina no país.

“Apesar dos Estados Unidos serem um mercado com uma cultura mobile maior que a dos brasileiros, uma recente pesquisa que fizemos identificou que 60% dos usuários de smartphone Android no país ainda estão vulneráveis, pois não utilizam mecanismos de segurança em seus celulares. Isso significa que temos um enorme potencial a ser atingido no país”, completa o executivo.

A PSafe desenvolve aplicativos mobile de proteção, desempenho e privacidade para usuários de smartphones do sistema operacional Android. O PSafe Total, seu principal app, tem mais de 100 milhões de downloads e 21 milhões de usuários ativos mensais.