Black Friday Brasil será mais concorrido. Foto: flickr.com/photos/aaronlemay.

O Busca Descontos, site que reúnce ofertas do e-commerce não estará sozinho na concorrência do próximo Black Friday, evento promovido pelo site nos últimos dois anos. Desta vez, a iniciativa também terá a participação do SaveMe, agregador de promoções do Buscapé.

O Black Friday Brasil 2013 será no dia 29 de novembro, com a participação de grandes nomes do varejos, que dedicarão a data para a promoção de grandes descontos em seus produtos, especialmente os eletrônicos.

Até o ano passado, o Busca Descontos ocupava sozinho o posto de hub para as ofertas de diferentes sites participantes. No entanto, conforme matéria da Exame, agora que dois disputarão a preferência dos consumidores na data, é possível que o público se dê bem por conta da variedade de produtos, varejistas e serviços oferecidos.

O SaveMe, pela primeira vez no Black Friday, promete comparecer com 200 parceiros comerciais, com descontos esperados em até 80%.

Segundo Guilherme Wroclawski, sócio fundador do site, explicou que o objetivo da ação é o de expandir o leque de produtos, oferecendo também viagens, serviços de estética e até restaurantes.

Do lado do Busca Descontos, segundo destaca o CEO Pedro Eugênio, as 24 horas da ação serão recheadas com ofertas de 120 lojas parceiras.

A página espera bater com folgas o recorde de vendas registrado em 2012, que foi de R$ 217 milhões. A meta para 2013 é chegar à marca de R$ 340 milhões e 850 mil pedidos de compra.

Conforme Eugênio, as varejistas participantes da Black Friday do Busca Descontos irão apostar em melhorar a identificação dos produtos que estarão em oferta.

“As pessoas têm a sensação de que a Black Friday acontece na loja inteira, então vamos sinalizar as promoções com selos ou hotsites especiais, dependendo da varejista", explica.

Além disso, ambos os sites tomarão medidas para evitar possíveis maquiagens nos preços com desconto.

Em 2012, consumidores notaram irregularidades nos descontos e denunciaram lojas participantes do evento, que teriam aumentado gradativamente seus preços nas semanas anteriores ao Black Friday, para aplicar descontos na data específica.

Para evitar que isso se repita, o BuscaDescontos firmou uma parceria com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, que editou um código de ética para os varejistas. Quem não cumprir as determinações, será suspenso.

O Instituto Sieve e o ReclameAqui também serão apoiadores nesta fiscalização. O primeiro irá monitorar as ofertas, enquanto o segundo ficará responsável pelo recebimento das reclamações dos consumidores.

O SaveMe também tomou providências e terá uma força tarefa de prontidão e que irá aprovar e controlar as ofertas que entrarão ao ar.