A Positivo registrou a venda de 416,9 mil PCs e tablets, alta de 7,2% em relação ao 3T13. Foto: Divulgação.

A Positivo Informática reverteu um prejuízo de R$ 18,9 milhões registrado no terceiro trimestre do ano passado, alcançando um lucro líquido de R$ 13,5 milhões ao final do terceiro trimestre de 2014.

A receita líquida da Positivo no período foi de R$ 534,3 milhões, queda de 3,2% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado. 

A companhia registrou uma redução de 8,6% nos custos com matérias-primas, para R$ R$ 382,9 milhões, e redução de 14,5% nas despesas com depreciação, para R$ R$ 3 milhões. 

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 23,2 milhões no período, uma alta de 53,5% em relação ao ano anterior. 

Segundo a empresa, a melhora nas vendas no varejo teve relação com aumento da demanda dos consumidores por dispositivos de hardware, após um primeiro semestre lento em razão da Copa do Mundo, que desviou o foco das redes para a venda de TVs. 

No varejo, a Positivo Informática registrou a venda de 416,9 mil PCs e tablets, crescimento de 7,2% em relação ao 3T13. Foram vendidos 337,1 mil computadores e 79,8 mil tablets.

No segmento de governo, as vendas totalizaram 183,8 mil dispositivos no 3T14. 

Neste segmento foram comercializados 80,4 mil PCs e tablets no Brasil. Segundo a empresa, a redução, que foi de 44,5%, já esperada em função do calendário das eleições. 

Para clientes corporativos, as vendas apresentaram mais um avanço, totalizando 64,9 mil PCs e tablets, aumento de 12,2% no período. Este volume está representado por 41,5 mil PCs e 23,5 mil tablets.