Empresa quer mostrar seus produtos para o mercado local. Foto: Divulgação.

A Lexmark International está abrindo um Solution Center em Brasília, que será no mesmo modelo do instalado na sede de São Paulo. O ambiente será um centro de tecnologia para apresentar os equipamentos da organização na área de impressão, captura de documentos, softwares para empresas e órgãos públicos. 

O objetivo da companhia é mostrar ao mercado local os produtos para captura e gestão de documentos, além de expor a estudantes de universidades da capital ligados à área. 

“A tecnologia se tornou fundamental em qualquer área de atividade, e a Lexmark quer contribuir com sua expertise para ajudar na formação dos universitários que estão fazendo cursos ligados à informática e tecnologia da informação”, afirma Jair Teodoro Filho, gerente da filial da Lexmark em Brasília.

Especializada em produtos, softwares e serviços de impressão e imagem, a empresa tem aliado o comércio de equipamentos a soluções para capturar, administrar e conectar informações.

Em 2012, o faturamento caiu 9% para US$ 3,79 bilhões, mas o Brasil e América Latina têm um peso acima da média nos negócios.

Em entrevista concedida ao Valor Econômico em janeiro, Ronaldo Foresti, vice-presidente da Lexmark para América Latina e Ásia, revelou que a região representava entre 10% e 12% do faturamento global, um índice bem acima da média de mercado.