A Pestana Leilões contratou a Meta para um projeto de adoção do S/4 Hana. Foto: Divulgação.

A Pestana Leilões, de Porto Alegre, será a primeira do seu segmento no país a implementar um sistema de gestão da SAP. 

Será instalado o S/4, última versão do ERP da SAP, rodando sobre o banco de dados em memória Hana, em um projeto conduzido pela Meta, parceria da multinacional sediada em São Leopoldo, na região metropolitana da capital gaúcha, 

“Devido à peculiaridade do mercado de leilões e ao volume de transações que compõem o negócio, é extremamente necessário ter um sistema de fácil utilização, eficiente, seguro e ágil na gestão”, afirma Liliamar Pestana, leiloeira oficial da Pestana Leilões.

O processo de realização de um leilão é complexo, iniciando com a avaliação dos bens, a realização do leilão, o transporte ou armazenagem dos itens e documentação das diferentes fases.

A Pestana Leilões é uma das principais organizações do seu mercado no Sul do país e tem um histórico de uso de tecnologia, tendo sido uma das pioneiras nos leilões online, que hoje já contam por 90% das vendas.

A empresa tem forte atuação no segmento de instituições financeiras, com clientes como HDI, Mapfre, Porto Seguro, Bradesco, Santander e Sicredi. 

“Para nós a implementação do SAP S/4HANA trará uma profunda mudança organizacional e nos auxiliará a conduzir o crescimento da empresa com segurança e previsibilidade”, avalia 

Augusto Pestana, diretor de negócios organização.

O Grupo Meta tem 16 anos como parceira de serviços de desenvolvimento com tecnologia SAP, mas nos últimos seis começou a reforçar sua presença nesse mercado com contratações de executivos experientes e neste ano foi credenciada para vender licenças, fechando o processo ponta a ponta.

A transição para o S/4 é vista pela companhia como uma ocasião que pode reorganizar o mercado de consultorias SAP no país, favorecendo quem estiver mais comprometido com aquela que é a grande aposta tecnológica da multinacional alemã para garantir sua relevância futura.

Nesse processo, o Grupo Meta conta a seu favor com o fato de ter feito uma das primeiras implementações do S/4, no Ceitec, centro de produção de chips do governo federal sediado em Porto Alegre, e agora com o investimento na estratégia Experience.

“Queremos ser a principal parceira no país da SAP quando o assunto é S/4”, adianta Telmo Costa, CEO da Meta.

A Meta fez a primeira implementação do S/4 no país na Ceitec, fábrica de chips federal baseada em Porto Alegre. Depois, já fechou contratos na fabricante de peças Bruning, em Panambi, no interior do Rio Grande do Sul. 

A companhia criou o S/4 Hana Experience, um modelo comercial que permite aos clientes testarem na prática a nova geração do software de gestão da multinacional com seus próprios dados antes de fecharem uma migração definitiva.

O Grupo Meta tem escritórios em cinco estados no Brasil (Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Bahia e Minas Gerais) e um no exterior (Miami, o Grupo Meta oferecendo serviços de TI, em consultoria para negócios (BPM) e em serviços na suíte SAP para 350 clientes. 

Quando o assunto é SAP, a Meta tem os certificados de PQP (programa de acreditação de qualidade mundial SAP, que atesta a qualidade dos projetos SAP já conduzidos e implementados pela Meta), PCoE (habilitação para manutenção de licenças e para atendimento de RFPs e editais que exijam PCoE) e DEMO 21 (certificação que permite à Meta implantar SAP S/4HANA em clientes de todo o mundo).