Jogadores do Penãrol na Libertadores de 2011. Foto: flickr.com/photos/jikatu/

O Peñarol, um dos maiores clubes de futebol do Uruguai, vai implementar uma solução de gestão da brasileira Totvs.

O objetivo é obter controle total de suas receitas, despesas e processos administrativos, fatores decisivos para as tomadas de decisão que incidem diretamente nas conquistas do clube.

A implementação será feita por um canal local da Totvs.

“Vamos ajudar o clube a alcançar uma melhor organização das informações, desde a contabilidade, financeiro, faturamento, compras, gestão de torcedores até contratos com terceiros”, diz Javier Cabrera, diretor da Totvs Business Partner Uruguai.

Em nota, a Totvs celebra o que afirma ser o vigésimo contrato com clubes de futebol na América do Sul.

Até setembro do ano passado, quando foi anunciado o contrato com o Sport Recife, a Totvs tinha como clientes 15 clubes de futebol, todos brasileiros.

Desde agosto de 2014, foram fechados contratos com Internacional, Cruzeiro, Botafogo e Ponte Preta, Santos e Corinthians.

Provavelmente, o resto da lista é composto por clubes menores, clientes do Protheus. Agora, ficam faltando na conta também quem são os outros clubes sul americanos atendidos pela Totvs.

O Peñarol divide com o Nacional, também de Montevidéu, as preferências do torcedor uruguaio.

Como o país vizinho tem uma população de 3,4 milhões, isso torna o clube um cliente de pequeno a médio porte na carteira de clubes da Totvs.

A torcida do Corinthians, o maior dos clubes atendidos pela Totvs, chega a 30 milhões de pessoas.

O último balanço do Peñarol, divulgado em 2013, mostrou receitas de US$ 16 milhões, o que também é pouco para os padrões brasileiros.

De qualquer forma, o clube é pentacampeão da Copa Libertdores da América (a última delas em 1987, ainda que tenha jogado a final contra o Santos em 2011) e significa um aumento da visibilidade internacional da Totvs, algo que a companhia precisa.

Clubes de futebol são excelentes clientes para dar visibilidade para a marca junto ao público geral e alavancar vendas em outros setores.

É uma estratégia que funciona no Brasil e pode funcionar em outros países da América Latina, onde a Totvs ainda engatinha.

No Brasil, a empresa conta com 15 filiais, 52 franquias, 5 mil canais de distribuição e 10 centros de desenvolvimento. Fora, são apenas 7 filiais e 5 centros de desenvolvimento (Estados Unidos, México, China e Taiwan).

Hoje, as vendas fora do país ainda são uma fatia insignificante do negócio Totvs. Em 2014, a companhia inclusive informou a investidores que havia desistido da sua meta de ter vendas fora do país representando entre 3% e 5% da receita até o final de 2016.

Parece que vem uma virada por aí, no entanto: recentemente, a empresa anunciou Marcelo Souccar, que até então comandava os segmentos de Saúde, Serviços e Jurídico da empresa, como novo gerente para mercado internacional.