O Twitter se estabeleceu em São Francisco em 2006. Foto: Pixabay

O Twitter quer descentralizar a sua força de trabalho, hoje concentrada em São Francisco, nos Estados Unidos, apostando em contratações globais através de trabalho remoto.

De acordo com o site Business Insider, Jack Dorsey, cofundador e CEO da empresa, afirmou que a concentração na cidade natal "não está mais servindo".

O executivo teria citado a necessidade de acomodar talentos que valorizem o trabalho remoto, uma tendência na indústria de software em geral.

"Há um talento incrível em todo o mundo e precisamos trabalhar de uma maneira que apoie os funcionários independentemente de onde eles moram, especialmente quando querem construir carreiras em suas próprias comunidades", destacou um porta-voz do Twitter ao Business Insider.

Ainda de acordo com o site, o comentário de Dorsey acontece oito meses após o término da isenção de impostos concedida ao Twitter por São Francisco em 2011, visando manter a empresa e suas oportunidades de trabalho dentro dos limites da cidade.

"Não tenho medo de lentidão enquanto trabalhamos para distribuir nossa força de trabalho e acho que precisamos construir uma empresa que não seja totalmente dependente de São Francisco", afirmou Dorsey ao Business Insider.

A cidade teria uma série de problemas que tornariam cada vez mais difícil o crescimento das empresas.

Entre os obstáculos, estariam os altos custos e os preços das casas, exacerbados ao longo dos anos por regulamentos rigorosos de zoneamento e construção, além do estoque limitado de moradias e uma força de trabalho inchada.

Conforme o BI, isso representa um problema para as empresas ao recrutar talentos da área de tecnologia.

Ainda assim, São Francisco possui um dos mercados de escritórios mais movimentados e caros dos Estados Unidos. O espaço é limitado e competitivo, especialmente depois da entrada de grandes empresas de tecnologia com rápido crescimento na última década.

O Twitter se estabeleceu em São Francisco em 2006, inicialmente no distrito SOMA, ou South of Market, grande bairro da cidade repleto de armazéns perto da área central.

Desde 2012, a sede fica em Mid-Market, área em desenvolvimento da cidade, onde também estão empresas como a Uber e a Square, na qual Dorsey também é CEO.