Sabesp faz projeto com a Aceco TI. Foto: divulgação.

A Aceco TI, maior empresa nacional em construção de data centers e centros integrados, será a reponsável pela construção da nova sala cofre da Companhia de Saneamento Básico do Estado de S. Paulo (Sabesp).

A obra, que ficará na unidade da estatal no bairro de Ponte Pequena, em São Paulo, terá investimentos de cerca de R$ 29 milhões e deve ser entregue em agosto deste ano.

A sala terá 97 metros quadrados, com o objetivo de fornecer um ambiente de alta disponibilidade e segurança para suportar a nova plataforma de aplicativos da empresa.

A companhia de saneamento subistituirá seus antigos sistemas, antes suportados em mainframes, pela nova estrutura, que será baseada em SAP - para macroprocessos administrativos, financeiros e BI - e NetSuite - para macroprocessos comerciais e serviços.

O novo ambiente teve seu projeto certificado pela ABNT/INMETRO, contando com sistema inteligente de detecção e combate a incêndio, com análises periódicas de ar, por meio de laser e microprocessadores.

Ao menor sinal de partículas liberadas por sobreaquecimento de materiais, o sistema aciona um alarme e expele um gás capaz de extinguir focos de incêndio, reduzindo o nível de oxigênio no ambiente, impedindo o avanço do processo de combustão e protegendo os equipamentos dentro da própria sala-cofre.

Esta não é a primeira vez que a Aceco TI e Sabesp trabalham juntas. Em 2012, a empresa foi responsável pela ampliação da sala-cofre da unidade de Pinheiros, também em São Paulo, para 128m², e a implementação de um Centro de Controle Operacional para supervisionar e comandar as operações 24/7.

Hoje, o data center já é comandado por um Centro de Comando localizado em Pinheiros. Após a entrega da sala cofre de Ponte Pequena, as duas estruturas serão integradas e trabalharão em sincronia, com monitoramento remoto.

Com sede em Taboão da Serra, a Aceco TI é uma empresa de infraestrutura para ambientes TI, com mais de 40 anos de atividade, que atua no desenvolvimento e manutenção de data centers e centros de controle (CICC).

Em 2012, a companhia teve uma receita de R$ 600 milhões. Em 2013, a Aceco comprou a Boxfile, gigante nacional no segmento de CICCs, se solidificando no mercado de centros de comando.