A Acate acaba de inaugurar uma sede em São Paulo. Foto: Divulgação.

A Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) acaba de inaugurar uma sede em São Paulo para atrair oportunidades de negócios do Brasil. 

A entidade passa a ter escritórios em três regiões da capital paulista: Berrini, Itaim Bibi e Vila Olímpia, dentro do CO.W Coworking Space. 

Os novos centros de empreendedorismo servirão aos empresários catarinenses como locais para reunião, alocação de equipes, instalação de filiais e realização de eventos.

A Acate representa o setor tecnológico de Santa Catarina, que tem faturamento estimado de R$ 11,4 bilhões e corresponde a aproximadamente 5% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado. 

O estado conta com 2,9 mil empresas de tecnologia, com cerca de com 5,3 mil sócios empreendedores e mais de 47 mil funcionários. 

“Sabemos que São Paulo corresponde a grande parte do mercado das nossas empresas. Por isso, consideramos fundamental disponibilizar espaços para que elas possam fazer negócio e se sintam em casa ao participar desses ambientes inovadores e pensados de forma a estimular a economia colaborativa”, explica Daniel Leipnitz, presidente da Associação. 

Para o empreendedor Urgel Augustin, da startup de Florianópolis KRP Diem, é estratégico poder contar com espaços em São Paulo, de onde são 60% de seus clientes.

“Como a nossa maior base de clientes é de São Paulo, ter estrutura física lá nos auxiliará a ampliar os negócios e oferecer um atendimento mais próximo”, diz. 

O setor de tecnologia de Santa Catarina cresceu 15% em 2015, segundo estimativa da Acate. No mesmo período, o IDC apontou uma alta de 7,3% de para o mercado brasileiro como um todo, totalizando US$ 64,3 bilhões.