Márcio Silveira.

A e-Core, empresa sediada em Porto Alegre de software e serviços em TI, fechou o ano passado com um faturamento de R$ 40 milhões, um crescimento de 13% frente aos resultados de 2015.

Hoje a empresa tem 227 funcionários, dos quais cerca de 10% foram adicionados nos primeiros quatro meses do ano, instalados em 1,1 mil metros quadrados e espaço para mais 50 contratações.

“Foi um momento especial para a e-Core, para a nossa história. Essa expansão representa um marco importante no nosso crescimento”, avalia Márcio Silveira, CEO da e-Core.

Hoje, a principal fonte de receita da companhia gaúcha é a exportação de software. 

Além disso, a e-Core é responsável por um dos cinco centros de atendimento da Atlassian, especializada em softwares de desenvolvimento e gerenciamento de projetos, com foco em clientes da América Latina e parte da América do Norte. 

Os planos no Brasil também envolvem a multinacional australiana, que ganhou notoriedade após um IPO no final de 2015.

A e-Core atua no Brasil com uma oferta de consultoria Atlassian e está contratando novos consultores técnicos e executivos de venda para a região de São Paulo.

A lista de clientes dessa área inclui nomes como a Smiles, a gigante de ERP brasileira Totvs e a AGCO no Brasil.