MICROSOFT

Sefaz-SE adota BI com apoio da Ávila

12/04/2017 14:54

Projeto utiliza ferramentas de mineração de dados da plataforma de BI da Microsoft e do SQL Server.

A Sefaz-SE contratou a consultoria da Ávila Soluções para aperfeiçoar seu portal de BI. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Secretaria da Fazenda de Sergipe (Sefaz-SE) contratou a consultoria da pernambucana Ávila Soluções para aperfeiçoar seu portal de Business Intelligence (BI). Com isso, o órgão consegue acompanhar indicadores estratégicos para o fisco estadual, como o de arrecadação.

Para o projeto, a Ávila usou ferramentas de mineração de dados da plataforma de BI da Microsoft e do SQL Server, que já haviam sido adquiridas pela secretaria.

O Portal BI é uma das ações do Projeto de Modernização Fazendária (Promofaz), iniciativa do governo de Sergipe, desenvolvido desde o segundo semestre de 2013 para buscar a modernização do fisco estadual. 

Os recursos para o Promofaz são oriundos de uma linha de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de US$ 5,78 milhões, e contrapartida do estado no valor de US$ 2,17 milhões. O valor total é equivalente a aproximadamente R$ 25 milhões.

Desse montante, R$ 11 milhões foram investidos, até o momento, em projetos de tecnologia da informação. O valor foi aplicado em diversas ações, como a consultoria para desenvolvimento e implantação do Portal BI, além do treinamento da equipe no uso do novo sistema.

A implantação do novo portal foi realizada em cerca de oito meses. Com apoio da Ávila, analistas de TI receberam capacitação sobre como construir relatórios, fazer cruzamento de grandes volumes de informações e tratar dados a serem exibidos em formato de dashboard. 

Os auditores da SEFAZ também foram capacitados e estão usando a ferramenta para acompanhar diariamente arrecadação, pagamentos e inadimplência dos contribuintes de Sergipe. 

“O BI oferece um ferramental técnico qualificado para a gestão pública. O sistema que implantamos utiliza inteligência artificial, que aprende as peculiaridades dos dados à medida em que é alimentado, propiciando uma melhor utilização dos indicadores”, explica Fábio Ávila, diretor da Ávila Soluções. 

As ferramentas da Microsoft estão associadas a metodologias de análise preditiva que simulam tendências e padrões a partir dos dados disponíveis. 

O projeto contou com a participação do professor Methanias Colaço Jr., da Universidade Federal de Sergipe (UFS), especialista em BI e Data Science.

“Antes do projeto, os auditores solicitavam a elaboração dos relatórios e mudança de parâmetros ao nosso setor. Agora o acesso ao banco de dados é direto. Eles podem fazer o cruzamento dos indicadores que desejarem e ter os dados tratados automaticamente, conforme a necessidade, ganhando agilidade e liberdade no dia a dia”, detalha Andréa Macêdo, superintendente de TI da Sefaz-SE.

A ferramenta de BI da também poderá ser usada para prever a arrecadação mensal de Sergipe. A noção aproximada do fluxo de caixa mensal dotará o governo de capacidade de planejar melhor o orçamento mensal. 

“Usando algoritmos e métodos sofisticados de análise de série histórica de dados, nos primeiros testes que realizamos em outubro de 2016, conseguimos prever, com uma margem de erro de apenas 0,03%, quanto o governo arrecadaria. Para novembro e dezembro do ano passado, a diferença entre a previsão e o valor arrecadado ficou inferior a 2%”, comenta Fábio Ávila, diretor da Ávila Soluções.

Veja também

PROCESSOS
Tumelero: notas digitais com NDDigital

Varejista de materiais de construção implementou os módulos de NF-e, CT-e, NFC-e e Gestão de Entrada.

ENTIDADE
Federaminas: Varitus para NF-e

A solução é vista como uma substituita ao emissor oferecido pelo SEFAZ, que será descontinuado.

VAREJO
Y.Yamada usa Inventti para NFC-e

A Y.Yamada tem 35 lojas no Pará e uma no Amapá.