Closit! facilita processo de venda de roupas usadas. Foto: Divulgação.

Foi lançado há pouco mais de um mês o aplicativo Closit!, ferramenta de compra e venda de roupas usadas e acessórios que seleciona as ofertas pela distância entre anunciantes e compradores.

Idealizado por Arthur Felizzola, curador do Collaborative Consumption, o app surgiu a partir do contato do jovem com o movimento de economia colaborativa e do apoio de Eduardo Mello, diretor de tecnologia da agência Bonaparte, de Porto Alegre. 

Segundo Felizzola, a ideia de criar uma ferramenta simples para venda ou troca de artigos usados sempre esteve em seus planos.

“O fato de começar com um app no nicho de moda feminina foi por oportunidade, visto que é um mercado grande e, teoricamente, mais fácil de testar a ideia”, explica.

A ferramenta está disponível apenas para iOS, mas a versão para Android deve ser lançada até novembro.

Com pouco tempo no mercado e nenhum investimento em divulgação, o app conta com cerca de 100 produtos cadastrados e aproximadamente 400 usuários conectados por meio de suas contas no Facebook.

A primeira venda foi concretizada no dia 02 de maio. Desde essa data, mais cinco negócios foram fechados pelo Closit!.

O app não conta com nenhum meio de pagamento e tem o objetivo de servir como facilitador para pessoas que querem “se livrar” das roupas que não usam mais. A ideia é que compradora e vendedora combinem um local para trocar o produto pelo dinheiro.

Para a equipe do app, no entanto, o dinheiro ainda não tem uma forma de chegar.

“É fato que para ser um bom produto, a ‘conta precisa fechar'. Entretanto, abrimos mão da monetização nesse primeiro momento, pois nossa estratégia consiste em atrair usuárias e deixá-las satisfeitas com o serviço,  o que para a gente é gerar valor”, revela o fundador.

Felizzola afirma que a ideia de aderir aos anúncios dentro do aplicativo não faz parte dos planos. 

Até o final do ano, o idealizador espera que o app consiga 60 mil downloads e que pelo menos 5% dos usuários, cerca de 1.200 pessoas, se tornem vendedores ou compradores.

Arthur Felizzola tem 25 anos é graduado em Biomedicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul  e tem na família um exemplo na área de empreendedorismo.

Seu pai, Ricardo Felizzola, é presidente da fabricante de semicondutores HT Micron, em São Leopoldo, e do Conselho Diretor do Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Ele é engenheiro elétrico com mestrado em Ciências da Computação pela UFRGS, e foi sócio-fundador da Altus Sistemas de Informática em 1982 e da Teikon em 1998.

A equipe do Closit! conta com Adriano Renner, desenvolvedor iOS; Cléber Hensel, desenvolvedor web; João Paulo Ruschel, desenvolvedor Android; Luisa Severo, designer; e a agência Bonaparte, que ajuda na comunicação.