iZettle recebe dinheiro para crescer. Foto: divulgação.

A iZettle, empresa de tecnologia em pagamentos móveis, recebeu um aporte de € 40 milhões (R$ 124 milhões), da qual participaram fundos como Zouk Capital, Dawn Capital e da Intel Capital.

Também voltaram a investir na empresa fundos que já haviam entrado em outras rodadas como Creandum, Greylock Partners, Index Ventures, Northzone e SEB Private Equity. 

As rodadas anteriores de financiamento incluíram também American Express, MasterCard e Banco Santander. 

No Brasil desde agosto de 2013, onde opera em parceria com o banco Santander, a iZettle vai usar o financiamento para incentivar o crescimento nos mercados onde opera e identificar novos territórios.

Além do aporte realizado, Nathan Medlock, diretor da equipe de Growth Capital do Zouk, passa a integrar o conselho da operadora de m-payment.

"O ponto central da tese de investimentos do Zouk é o surgimento do que chamamos de inteligência de recursos, ou seja: não apenas devemos fazer mais com menos, mas os recursos, processos e sistemas devem operar mais conectados do que nunca. A iZettle é um grande exemplo deste conceito em ação", explica Medlock.

A empresa não divulgou dados atualizados de sua base de clientes no Brasil. No entanto, em setembro do ano passado a empresa registrou 10 mil empreendedores e profissionais liberais do país na abertura do serviço.

No mês passado, o Santander lançou o Conta Conecta, uma nova modalidade de conta destinada a impulsionar a solução de pagamentos móveis da iZettle, dispositivo que transforma smartphones e tablets em leitores de cartões.

"Considerando o sucesso da iZettle na Europa, estamos muito animados com os planos de crescimento daqui para frente. Acredito que esta rodada de financiamento dará à iZettle o poder de fogo necessário para executar sua próxima fase de expansão", afirmou Nathan Medlock.

Os leitores e aplicativos da iZettle estão disponíveis no Reino Unido, Espanha, Alemanha, Suécia, Dinamarca, Noruega, Finlândia, México e Brasil.