Patrício Jouri, gerente de TI da Kepler Weber.

A Kepler Weber fechou com a ATI Solutions, representante da Aceco TI no Rio Grande do Sul, a construção de um novo data center em Panambi, cidade a 370 km de Porto Alegre onde a fabricante de silos para grãos está sediada.

O centro, a ser construído em um prazo de 120 dias, visa dar suporte ao novo sistema de gestão da SAP, cujo go live está previsto para junho. 

A estrutura terá novos servidores da IBM. As máquinas da HP já existentes serão movidas para o novo centro de redundância, cuja construção ainda está em definição.

“Com o novo data center, aumentaremos a disponibilidade e segurança, além da performance para as áreas de negócio”, aponta o gerente de TI da Kepler Weber, Patrício Jouri.  

Segundo Jouri, as condições de telecomunicações [Panambi só é servida pela Embratel, sem redundância] e o uso intensivo de dados por parte de 100 usuários da área de engenharia fizeram a Kepler Weber decidir investir em um data center local.

No último ano, a Kepler Weber vem fazendo modificações importantes na sua área de TI, começando pela migração do ERP da Datasul para a SAP, em execução atualmente pela Complex TechMahindra.

A empresa também assinou um contrato de terceirização de suporte a infraestrutura de TI com a Sonda IT. Em vigor até 2018, ele abrange serviços de service desk, field service, NOC (Network Operation Center) e gerenciamento de incidentes.

A própria contratação de Jouri faz parte das mudanças em curso. O executivo paulista veio para a Kepler Weber em 2012 vindo da Borrachas Tipler, de São Leopoldo. 

O executivo também passou por cargos de gestão de TI na Seven Boys em Porto Alegre e na Lear Corporation em São Paulo.

A Kepler Weber é o maior player do mercado de armazenagem de grãos do país, com faturamento de R$ 594,8 milhões em 2013, uma alta de 40%.

Executivos da empresa estimam que o faturamento do setor como um todo deve atingir R$ 1,5 bilhão em 2014, o que dá uma ideia da relevância da Kepler nesse mercado.