Pacote Office entra na Intelbras. Foto: flickr.com/photos/studioego

A catarinense Intelbras, especializada em telecomunicações, redes e segurança eletrônica, substituiu seu ambiente de software open source pela suíte Microsoft Office 2010.

A troca resultou na unificação de documentos, planilhas, apresentações e outros aplicativos usados por toda a base de cerca de 1,9 mil colaboradores, facilitando rotinas de negócio, gestão e suporte, que passou a ser prestado por uma única ferramenta.

“A migração também gerou maior agilidade no contato com fornecedores e clientes que já utilizavam o pacote Office”, conta Flávio Schoenell, gerente de TI da Intelbras.

Segundo ele, antes do pacote da MS, a empresa possuía um ambiente de produtividade heterogêneo, baseado em plataformas diferentes com alto uso do BrOffice.

Isso tornava o ambiente complexo para manter e atualizar, o que refletia em baixa produtividade e perda de funcionalidade, já que muitos arquivos eram incompatíveis com a plataforma que o colaborador possuía.

“Quando precisávamos enviar um arquivo para quem tinha uma versão diferente de software, era necessário salvar em uma extensão que fosse compatível com o software que outro funcionário possuía em seu desktop”, relembra o gerente.

Todo esse trabalho, relembra Schoenell, além de fazer o documento perder algumas funcionalidades, também gerava dificuldade para quem não sabia como proceder e, com isso, alta demanda para o helpdesk.

Para mudar a situação, a Intelbrás contratou a SoftwareONE para implantação do Microsoft Office 2010, que uniformizou o cenário de TI, padronizou rotinas de departamentos e, segundo o gestor, facilitou o treinamento de equipes no uso dos softwares.

“Nenhuma outra ferramenta conseguiria integrar Exchange, Sharepoint, Plug, Lync, entre outros, tão bem”, finaliza Shoenell.

A Intelbras tem quatro fábricas no Brasil, sede em São José, na grande Florianópolis, e está presente em mais de nove mil pontos de venda no varejo brasileiro.