Hora de trocar? Foto: Samsung.

A Salesforce.com pretende surfar a onda dos wearables. A fabricante de sistemas de gestão de carteira de clientes (CRM) em nuvem lançou um pacote de desenvolvimento de aplicações para dispositivos tecnológicos vestíveis direcionado ao mercado corporativo.  

O Wear Developer Pack para Salesforce1, como foi batizada a ferramenta, tenta comer esse mercado pelas beiradas, estimulando desenvolvedores de apps a ingressarem no universo de aplicações empresariais que rodem, por exemplo, em relógios Pebble, Android Wear, Samsung Gear 2, ARM, Fitbit e Google Glass, por exemplo.

A companhia trabalha com a expectativa de que mais de 50 milhões de dispositivos vestíveis sejam comercializados no mundo apenas esse ano. 

O número saltaria para 180 milhões em 2018. Além disso, também se apoia na ideia de que trata-se de um mercado que cresce cinco vezes mais rápido do que foi a revolução do smartphone.

O conceito de tecnologia vestível ainda engatinha dentro do ambiente corporativo. Contudo, o tema ganhou bastante holofote nos últimos meses, principalmente com a enxurrada de relógios inteligentes e, especialmente, com entrada em fase comercial do Glass, do Google.

Até o momento, os wearables conseguiram entrada, basicamente, na vertical de saúde e para uso militar. 

A jogada da salesforce.com, contudo, mira um mercado bem mais amplo, tentando alavancar o conceito para aplicações, principalmente, no campo da TI, do marketing, de vendas e de serviços aos clientes.

Em abril, durante o Seminário Executivo da Sucesu-RS realizado em Porto Alegre, Cláudio Soutto Mayor, consultor líder da Deloitte, colocou os wearables como um dos “disruptores” da TI corporativa nos próximos anos.

“Logo o Google Glass pode substituir os handhelds em muitas funções dentro das organizações”, apostou, ao falar para um grupo de CIOs.

Para ocupar seu espaço nesse campo de batalha, a salesforce.com se adiantou e já liberou algumas aplicações focadas nesses aparelhos em um primeiro movimento para fazer sua estratégia girar. A empresa contabiliza mais de 1,5 milhão de desenvolvedores no Salesforce.

Veja abaixo o vídeo da SalesForce convocando os desenvolvedores para a brincadeira. Agora é ver se eles aderem a esse chamado.