Com a automação, a empresa garantiu germinação de 90% em terrenos menores (Foto: Pexels/Viktor Smith)

Tamanho da fonte: -A+A

A Sitec, empresa catarinense do setor agroindustrial, está usando a solução AS-Interface da Siemens, para monitorar as sementes nas suas unidades de beneficiamento.

A solução da multinacional alemã inclui sensores e controladores mestres integrados através da nuvem, o que permite acompanhar melhor o processo de beneficiamento, que inclui secagem, umidificação, polimento, separação e tratamento. 

De acordo com a Sitec, a automação do beneficiamento das sementes de soja e milho garantiu uma germinação de 90% em terrenos menores.

"O agronegócio brasileiro já entrou no contexto da Indústria 4.0 e há um alto potencial a ser atingido. Contar com tecnologias disruptivas, como as da Siemens, é uma das nossas contribuições para essa transformação digital do segmento", diz Emerson Puton, diretor comercial da Sitec.

Situada em Chapecó, em Santa Catarina, a Sitec atua no setor industrial há mais de duas décadas e possui mais de 25 colaboradores que cuidam de áreas como climatização, papel e celulose e laticínios e derivados.

Já a alemã Siemens, foi fundada em 1847, chegando ao Brasil vinte anos mais tarde. Em 2021, o grupo gerou receita de € 62,3 bilhões e lucro líquido de € 6,7 bilhões, fechando o ano com mais de 300 mil funcionários ativos em todo o mundo.