Fundada em 1912, a Santa Clara reúne 67 CNPJs. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Santa Clara, cooperativa de laticínios sediada em Carlos Barbosa, na Serra Gaúcha, adotou a infraestrutura hiperconvergente da Nutanix, especializada em computação em nuvem corporativa, para gerenciar seu ambiente virtual.

Em conjunto com a integradora TechChannel, de Porto Alegre, a cooperativa Santa Clara havia migrado todo o seu ambiente virtual para a solução da Nutanix no ano de 2016, usando hypervisor de terceiros na primeira fase do projeto.

Após resultados considerados satisfatórios, a segunda fase do projeto foi iniciada em 2019, com a migração 100% em hypervisor Nutanix.

"Colocamos todo o nosso ambiente virtual baseado em Nutanix, o que melhorou muito a gestão e a disponibilização de máquinas virtuais. Estávamos ansiosos para ver se tudo seria como prometido e foi fácil, rápido e sem falhas”, afirma Daniel Misturini, gerente de TI da Santa Clara.

Segundo a cooperativa, a mudança gerou uma gestão mais prática, backups e processos mais rápidos e uma melhor orquestração, além da redução do consumo de energia e de espaço físico utilizado no datacenter.

Após a pandemia, a Santa Clara seguiu seus planos de investimentos e já iniciou a terceira fase do projeto para expandir seu ambiente de backup, banco de dados e ambiente de servidores de testes e homologação.

Agora, todo o espaço de gerenciamento da Santa Clara hospeda duas caixas no datacenter principal, sendo quatro “U”s no hack principal e três no hack secundário. 

Com nove estruturas físicas e mais a interface de gerenciamento AHV, a companhia é capaz de administrar um banco de dados consideravelmente grande, com cerca de 4 terabytes.

Segundo a Nutanix, todo esse volume de informação precisa fluir de maneira ágil e segura, de forma a garantir que a Santa Clara tenha o total controle dos processos de suas diversas atividades, que vão desde o mercado varejista até frigoríficos e fábricas de rações para suínos e bovinos.

Com esta última aquisição, a cooperativa irá ajustar o SQL para o novo ponto de conexão, ou nó de produção e, com isso, poderá liberar espaço e recursos para servidores de desenvolvimento e homologação que estão rodando no sistema legado de 2011.

Dessa forma, a tecnologia Nutanix adquirida recentemente passará a ser utilizada como o nó de produção, e o que está atualmente como produção será utilizado para operar os ambientes de teste e desenvolvimento.

“A Nutanix sente grande orgulho em estar presente na transformação digital de uma companhia tão importante e tradicional quanto a Cooperativa Santa Clara”, ressalta Leonel Oliveira, diretor geral da Nutanix Brasil.

Fundada em 2009, a americana Nutanix é listada na Nasdaq e teve receita de US$ 1,2 bilhão no ano passado.

Além da Nutanix, a TechChannel atua com as marcas Riverbed, Cisco, Meraki, FireEye e Zscaler.

A Santa Clara, fundada em 1912 por 17 pequenos agricultores, hoje reúne 67 CNPJs, 5,5 mil associados e cerca de 2,2 mil funcionários. São mais de 300 produtos diferentes, incluídos laticínios, frigorífico, doces e sucos.