E você, vai votar em quem? Foto: flickr.com/photos/ehoewell

Se em Porto Alegre a nova pesquisa aponta Fortunati na ponta da preferência popular, nas outras capitais da região sul, o cenário se divide. Em Florianópolis, Cesar Jr (PSD) tem a preferência dos votos e em Curitiba, a justiça proibiu a divulgação de pesquisa.

Segundo pesquisa do Ibope, encomendada pelo Grupo RBS na ultima semana, o deputado federal Cesar Jr lidera as pesquisas na capital catarinense com 33%.

Em seguida vem a candidata Angela Albino (PC do B), com 28% da preferência dos eleitores.

O candidato da situação, Gean Loureiro (PMDB), figura na terceira colocação, com 12% das intenções de voto. Votos em branco e nulos somam 11%, e 13% dos eleitores entrevistados ainda não sabem em quem votar.

SUSPENSÃO EM CURITIBA

Em Curitiba, a pesquisa do Datafolha, que seria lançada nesta quarta, 12, foi sustada pela Justiça Eleitoral.

Segundo o jornal Estado de São Paulo, o juiz Luciano Carrasco impediu a divulgação dos números do Datafolha/RPC para a disputa pela prefeitura, alegando falta de informações para o plano amostral.

Na decisão, o juiz concedeu liminar de ação cautelar pedida pela Coligação Curitiba Quer Mais, que tem como candidato o deputado federal Gustavo Fruet, do PDT - que conta com apoio do governo federal.

A pesquisa já esteve antes ameaçada, mas o juiz Marcelo Wallbach Silva indeferiu o pedido para proibi-la. No entanto, o recurso apresentado por Fruet acabou revertendo a decisão.

"É necessário que se indique ao menos uma base de informações (como IBGE ou PNAD), para que eleitores e candidatos tenham acesso e verifiquem a aproximação mínima entre o total que será amostrado e a grandeza a que se chegará", explicou Carrasco.

PESQUISA ANTERIOR

De acordo com pesquisa realizada pelo Datafolha e RPC TV divulgada em agosto, o cenário eleitoral da capital paranaense aponta um empate entre Ratinho Junior (PSC) e Luciano Ducci (PSB).

De acordo com o levantamento, Ratinho e Ducci têm 27% das intenções de voto. Gustavo Fruet tem 20% e o quarto colocado, Rafael Greca (PMDB), aparece com 8%.

Declaram que pretendem votar em branco ou nulo 8% dos eleitores (contra 9% em julho) enquanto que 8% não souberam responder, mesmo índice observado na rodada anterior.