Brian Stevens, vice-presidente de gerenciamento de produto da plataforma de Cloud do Google.

Brian Stevens, que atuou como CTO da Red Hat e renunciou abruptamente ao cargo em 27 de agosto, ressurgiu como vice-presidente de gerenciamento de produto da plataforma de Cloud do Google.

Embora ainda não tenha sido oficialmente anunciado, o perfil de Stevens no LinkedIn lista seu novo título. 

O plano do Google com Stevens é levar o Google Compute Engine (GCE) para o primeiro plano do mercado de nuvem empresarial. 

Stevens vai se envolver com um grande número de serviços de cloud computing, incluindo o Google Compute Engine, Google App Engine e uma coleção de serviços de análise e storage.

A chegada de Stevens na Red Hat aconteceu 2001, logo depois da empresa começar a expansão dos seus negócios com a oferta de  um lote completo de software para infraestrutura corporativa, segundo o IDG News.

A empresa comprou a JBoss, que oferecia um servidor de aplicações Java open-source em 2006. Em 2011, a Red Hat adquiriu a Gluster, dona do sistema de arquivos GlusterFS, e em 2012 ela comprou a FuseSource, que era responsável por um bloco de messaging também open-source. 

Durante a carreira de Stevens, a Red Hat se preparou para o novo mercado de cloud computing. Em 2008 ela comprou a Qumranet, que trouxe para a Red Hat um grande número de tecnologias de virtualização. 

A Red Hat também agregou as tecnologias open-source de cloud OpenStack e Docker ao seu portfólio.