A receita de anúncios de vídeo do YouTube chegará a US$ 1,13 bilhões. Foto: Gil C/Shutterstock.com

A receita de anúncios de vídeo do YouTube nos Estados Unidos chegará a US$ 1,13 bilhões em 2014, de acordo com novos dados do eMarketer. A projeção representa 18,9% do mercado de publicidade de vídeo digital dos Estados Unidos, além de um aumento de 39% em relação ao valor conquistado pelo site no ano passado.

No entanto, a empresa de pesquisa estima que a participação do YouTube no mercado de publicidade de vídeo digital vai diminuir em função da crescente concorrência de empresas como AOL e Yahoo, que estão expandindo seus negócios de vídeo online.

Este ano, a quota de mercado estimada do YouTube, de 18,9%, é menor do que a do ano passado, de 21,2%, segundo o relatório.

Enquanto isso, o eMarketer disse que a receita de anúncios em vídeo da AOL poderia aumentar 20% este ano, graças a mais shows completos e programas produzidos profissionalmente, que atraem anunciantes. 

Embora as vendas de anúncios do Yahoo estejam atualmente em declínio, elas devem crescer em 2015, diz o eMarketer.

Um relatório de pesquisa recente da Jefferies estima que a receita total do YouTube vai crescer para US$ 5,9 bilhões, alta de 50% em relação a 2012.

Pensando na totalidade do mercado de anúncios de vídeo digital dos Estados Unidos, o eMarketer disse que espera que a receita aumente 56% este ano, para cerca de US$ 6 bilhões. Esse crescimento pode ser reduzido ao longo dos próximos anos, diminuindo para 13,9% em 2018.

"Um fator chave segurando o mercado de anúncios de vídeo digital é o fato de que o conteúdo de vídeo cada vez mais digital é transmitido através de serviços de assinatura, como Netflix ou Amazon Prime Vídeo - que não suportam publicidade", disse a empresa em seu relatório. 

É importante notar que a publicidade televisiva tradicional continua amassando as vendas de vídeo online. De acordo com o eMarketer, a receita publicitária da TV atingirá US$ 68,5 bilhões em 2014.