PUC-RS com aplicativo móvel para os alunos. Foto: divulgação.

Para facilitar o acesso dos alunos aos dados acadêmicos, a PUC-RS lançou em novembro um portal mobile. Os cerca de 30 mil estudantes da instituição podem usar o portal informando matrícula e senha, a mesma utilizada na Central de Alunos.

Disponível para as plataformas iOS e Android, atualmente a ferramenta contempla funções de consulta de notas e calendário de curso, com opção de sincronização com a agenda do smartphone ou tablet.

De acordo com Rogério Xavier, gerente de TI da universidade, estas são as primeiras de uma série de funções que ainda serão implementadas.

"Até o final do mês, adicionaremos o acesso ao sistema da biblioteca, com reservas e renovações. Para o final do ano, também queremos incluir informações de estacionamento, consulta a dados financeiros e integração com as redes sociais", afirma.

O plano, conforme Xavier, é levar gradualmente todas as funcionalidades do portal web, entre elas a padronização das secretarias e digitalização de 40 novos processos, para a nova plataforma.

Atualmente o aplicativo já conta com 2 mil downloads, divididos em partes iguais para iOS e Android. A universidade também planeja lançar em breve a versão do aplicativo para Windows Phone.

O gerente não soube estimar a base de usuários de smartphone ou tablet que a universidade tem, mas levando em consideração que na PUC o crédito universitário custa R$ 197,65 e, que por exemplo, a mensalidade mínima de um curso como Direto custa R$ 1.261,00 no primeiro semestre, não é difícil crer que seja uma base considerável.

DESENVOLVIMENTO

Produzido internamente pelo departamento de Tecnologia de Informação da universidade, o portal mobile levou cerca de um ano para ser realizado. O tempo de desenvolvimento, segundo Xavier, tem suas razões.

"Poderíamos optar pelo caminho mais rápido, que seria criar uma máscara mobile para o site do aluno. Preferimos criar um sistema novo, refazendo a programação, com acesso direto ao sistema da PUC, garantindo um aplicativo mais ágil", explica.

Para o gerente, o exemplo para a aplicação foi baseada em universidades renomadas como Harvard e Oxford, que implantaram portais mobile para os seus alunos. Segundo Xavier, no Brasil, a USP também trabalha no desenvolvimento de uma aplicação do gênero.

ATENDENDO À DEMANDA

A criação de um portal mobile, para a universidade, também é uma forma de se aproximar dos estudantes, conforme observa Xavier.

Segundo o gerente, a universidade está sempre se movimentando para atender a demanda dos alunos, seja disponibilizando novos canais ou novas funcionalidades. Para dar um exemplo, Xavier citou os alunos que baixaram a aplicação e deixaram avaliações nas lojas virtuais.

"Estamos revisando o aplicativo e criando um sistema de avisos dentro do portal, por conta de uma sugestão realizada por um aluno na nossa página na Google Play Store", afirma.