Foto: flickr.com/photos/myhsu

Os pesquisadores do laboratório da Eset, fornecedora de soluções de segurança da informação, identificaram o primeiro trojan SMS que afeta usuários da América Latina e do Brasil.

O malware, batizado de Boxer, se propaga por meio de aplicativos infectados para o sistema operacional Android, oferecidos no Google Play.

A partir do momento em que infecta o smartphone, o código malicioso inscreve a vítima, automaticamente, em serviços pagos de SMS.

Os especialistas da Eset identificaram que o Cavalo de Troia já atingiu usuários em 63 países, entre os quais o Brasil e mais oito países na América Latina: Argentina, Chile, Peru, Panamá, Nicarágua, Honduras, Guatemala e México.

Ao todo, 22 aplicativos do Google Play estão infectados pelo Trojan SMS Boxer. Quando o usuário baixa um deles e clica em aceitar a instalação, sem ler os termos e condições de uso, automaticamente dá o consentimento para que seu equipamento seja inscrito em um serviço de SMS pago.

Na prática, o Boxer obtém os códigos numéricos de identificação por país e operadora - MCC (Mobile Country Code) e MNC (Mobile Network Code), respectivamente – dos smartphones, por meio do qual determina a localização do equipamento, assim como a operadora.