Baidu quer bater de frente com o Google. Foto: flickr.com/photos/micgadget.

A Baidu, portal de buscas líder na China e maior buscador do planeta depois do Google, anunciou nesta terça-feira, 12, o início de suas operações no país, com uma largada recheada de produtos gratuitos para fazer barulho.

Para começar, a empresa apresentou quatro atrações: o Hao123, seu portal de notícias, jogos, música e redes sociais. Outro produto é o Spark Browser, um navergador open source com opção de download de arquivos e torrents.

O PC Faster é aplicação de monitoramento e manutenção do PC, que realiza varreduras no sistema operacional em busca de arquivos inúteis que comprometam o desempenho da máquina.

Por fim, também foi lançado o Baidu Antivirus, antimalware adotado por cerca de 100 milhões de usuários. De acordo com a Baidu, sua vantagem em relação à concorrência é o fato de ele consumir menos memória do PC enquanto estiver rodando.

Além disso, a Baidu disponibilizará uma variedade de apps para Android, como o Du Saver, aplicação que ajuda a poupar o gasto de bateria. Tudo isso, mas por enquanto, nada do portal de buscas, que é o carro-chefe da companhia.

No entanto, de acordo com os executivos chineses, uma versão em português do site já está em testes e deve, em breve, ser disponibilizada para os usuários. A informação é da Exame.

Com um valor de mercado avaliado em cerca de US$ 53 bilhões, a Baidu quer expandir seu poder além da Ásia e bater de frente com o Google, com uma meta de conquistar a preferência de 50% de todos os usuários de internet no mundo até 2019.

No Brasil, uma das nações mais ativas no uso da internet, a ideia é que o país se torne um trampolim para uma expansão da Baidu no resto da América Latina.