Onde deve ficar a nova ponte. Foto: divulgação.

A PUC-RS anunciou um plano de investimentos de R$ 100 milhões para os próximos anos, destinados à ampliação do Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul (InsCer) e um novo prédio da universidade.

O maior investimento é no InsCer, no qual serão aplicados R$ 66 milhões para triplicar o espaço total disponível.

Com a ampliação, cujas obras já estão em andamento e devem ser terminadas até 2020, o espaço passará para 9,3 mil metros quadrados distribuídos em sete andares. O número de pacientes atendidos por mês vai dobrar, passando para 2,5 mil.

“Com a obra, o instituto será referência na área da neurociência no Brasil e no exterior”, comemora o vice-reitor e diretor do InsCer, Jaderson Costa da Costa.

Outro investimento anunciado pela PUCRS é a construção de um novo prédio, nomeado de 360°. 

A obra, avaliada em mais de R$ 25 milhões, deve ser entregue em março de 2019 e integra a nova metodologia da instituição. 

Serão 16 salas de aula, sete grandes áreas de convivência, lazer e alimentação, uma arena, um auditório, centrais de informações e relacionamento e setores com serviços aos estudantes.

Fecha o pacote de investimentos uma nova ponte cruzando o arroio Dilúvio e unindo os dois lados da universidade gaúcha, orçada em R$ 4 milhões.