Elipse implanta E3 na São Gabriel Saneamento. Foto: divulgação.

A São Gabriel Saneamento, é uma empresa do grupo Solví, uma das maiores holdings nacionais no setor de soluções para engenharia e meio ambiente, adotou o Elipse E3 para monitorar a sua rede de abastecimento.

Com atuação na cidade de mesmo nome, localizada na região central fgaúcha, a empresa implementou a solução no primeiro semestre de 2015 em um projeto conduzido com a Roque Correia Automação, especializada na automação de sistemas e processos industriais.

A solução da Elipse vem rodando no Centro de Controle (CCO) da companhia, que assinou um contrato firmado junto à prefeitura do município. Nele, a empresa se compromete a executar melhorias no sistema de abastecimento de água de São Gabriel, por meio da utilização de softwares como o E3, pelos próximos 30 anos.

A ideia, segundo Hanokh Yamagishi, coordenador de projetos da São Gabriel Saneamento, foi de oferecer um sistema moderno, eficiente e que sirva de modelo, inclusive, para outras cidades e concessionárias.

As telas e comandos do Elipse E3 permitem que os operadores da São Gabriel Saneamento tenham uma visão dos equipamentos e processos relacionados às etapas de captação, tratamento e distribuição de água ao município.

Através da tecnologia da Elipse Software, é possível monitorar e efetuar comandos para acionar ou desativar bombas usadas nas etapas de captação da água do rio Vacacaí, tratamento e distribuição às residências dos cerca de 60 mil habitantes de São Gabriel. Outros recursos como monitorar a dosagem de flúor e outras substâncias, assim como comandar bombas e filtros, também fazem parte da solução.

Somado a este controle, o software também possui um sistema de alarmes que alerta os operadores caso seja verificado qualquer vazamento, queda de pressão ou outro dano no sistema de abastecimento.

Segundo Hanokh Yamagishi, coordenador de projetos da São Gabriel Saneamento, o E3 permite que a equipe veja com antecedência qualquer eventual falha na rede de abastecimento, reduzindo o tempo de resposta para solucionar o problema. Tudo via uma interface muito simples, clara e de fácil operação, agilizando o acesso às informações.

"Futuramente isto se traduzirá em benefícios também à concessionária, já que os tempos de parada para manutenção e/ou expansão da planta tendem a ser reduzidos", afirmou o coordenador.