A Novus adotou os sistemas Sales Cloud, Service Cloud, Chatter e Community Cloud. Foto: Divulgação.

Após adotar ferramentas da Salesforce em junho de 2015, a Novus prepara a implantação do sistema de atendimento ao cliente em suas unidades internacionais. 

A Novus é fabricante de instrumentos eletrônicos que permitem controle, registro, aquisição e supervisão de processos e automação industriais.

Com fábrica em Porto Alegre e 4 unidades no Brasil, a Novus tem presença nos Estados Unidos, na Argentina e na Colômbia.

A companhia também planeja a adoção das soluções Pardot, de marketing B2B, e Einstein, que leva recursos de inteligência artificial ao CRM. 

Em 2015, a empresa adotou os sistemas Sales Cloud, Service Cloud, Chatter e Community Cloud, com o objetivo de organizar o departamento comercial para visualizar novas oportunidades de vendas. 

As tecnologias foram customizadas e integradas ao ERP já existente, já que a primeira tentativa de implementar um CRM na empresa fracassou devido à alta complexidade do sistema. 

As soluções foram instaladas nos departamentos comercial, de marketing e pós-vendas. Gestores de áreas como engenharia, fábrica, RH e administrativo também postam e monitoram informações no Salesforce, que é acessado até mesmo pelos parceiros diretos da empresa, como os representantes comerciais. 

“Nossa equipe precisava de uma ferramenta dinâmica e que pudesse ser acessada remotamente. Essa integração entre os departamentos e a fábrica foi capaz de otimizar em cerca de 20% o tempo necessário para realizar nossas tarefas cotidianas”, afirma Valério Galeazzi, diretor comercial da Novus. 

Como grande parte da equipe de vendas trabalha remotamente, a mobilidade era um item importante na escolha da solução. 

“Com essa demanda em mente, indicamos a utilização do Salesforce1, aplicativo mobile no qual os vendedores podem inserir e monitorar qualquer informação sobre os clientes entre uma visita e outra, direto de seus smartphones ou tablets”, diz Daniel Hoe, diretor de Marketing da Salesforce para a América Latina. 

Já a rede social corporativa Chatter reduziu a quantidade de e-mails desnecessários, aproximou os departamentos e tornou a comunicação mais assertiva.