Eduardo Chedid é CEO da Elo há seis anos. Foto: divulgação.

Eduardo Chedid, CEO da Elo, vai deixar a bandeira de cartões para assumir a vice-presidência de serviços financeiros da PicPay, afirma o site Brazil Journal.

De acordo com as fontes ouvidas pela publicação, a informação é de conhecimento do alto escalão do Bradesco, Caixa e Banco do Brasil, que controlam a Elo. 

Chedid lidera a companhia há seis anos e, anteriormente, passou outros seis na Cielo, onde ocupou duas vice-presidências. Em seus 28 anos de experiência, também trabalhou na Visa e na Credicard, onde começou a carreira.

O executivo é formado em administração pela Fundação Getúlio Vargas e cursou MBA pela Universidade de Pittsburgh.

Ainda de acordo com a publicação, a contratação de Chedid seria mais um passo da PicPay em direção a um IPO. Ela daria robustez ao management da fintech, cujo negócio explodiu nos últimos anos — desde que foi adquirida pela J&F, a holding da família Batista, que controla a JBS.

A PicPay hoje é controlada diretamente pelo Banco Original, parte do mesmo grupo, e a única outra vice-presidência da fintech é ocupada por Anderson Chamon, co-fundador da companhia e vice-presidente de produtos e tecnologia.

Em dezembro, a PicPay chegou à marca de 39 milhões de usuários, o que faz dela a maior fintech brasileira em número de clientes. A empresa processou cerca de R$ 40 bilhões de pagamentos em 2020, um número que cresce a dois dígitos todo mês.

No total, a companhia já tem 2 milhões de cartões emitidos, metade deles desde o início de dezembro.