O Centro de IA será o primeiro da América Latina a fazer parte do IBM IA Horizons Network (IAHN). Foto: Divulgação.

A IBM e a FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) fecharam um acordo para criar um Centro de Pesquisa de Engenharia em Inteligência Artificial. 

As pesquisas trabalharão com diferentes segmentos do mercado, com foco em recursos naturais, agronegócio, meio ambiente, finanças e saúde. O objetivo do centro será fomentar avanços científicos sobre o potencial da IA.

Com financiamento de longo prazo – mínimo 2 e máximo 10 anos – IBM e FAPESP reservarão, cada uma, até USD 500 mil por ano para implementar o programa, que contará com avaliações periódicas das atividades do centro. 

O Centro de IA será o primeiro da América Latina a fazer parte do IBM IA Horizons Network (IAHN), criado em 2016 para promover a integração e colaboração entre as principais universidades do mundo, estudantes e pesquisadores da IBM.

A FAPESP e a IBM também abriram uma chamada de propostas para que grupos de pesquisadores em universidades e institutos de pesquisa possam apresentar projetos e ideias para tornarem-se parceiros na formação do centro.

A Universidade selecionada irá conferir um aumento no valor investido pela IBM e FAPESP e será responsável pelas instalações físicas, laboratórios, professores, técnicos e administradores para gerir o centro, entre outros. As propostas selecionadas serão anunciadas até abril de 2019.

Para selecionar propostas, as organizações buscam projetos em áreas como Algoritmos de IA, Aplicações industriais de IA, Representação Profunda do Raciocínio e Conhecimento, IA em português e IA para o Bem.