AK-47 com seu magazine "impresso". Foto: divulgação.

A Defense Distributed, uma pequena empresa de tecnologia do Texas, causou furor em sua apresentação no festival norte-americano South By Southwest. O motivo? A empresa propõe que, através da impressão 3D, qualquer consumidor poderá ter uma arma em casa.

Segundo destaca o IDGNow,  Defense Distributed fabrica partes de armas usando as impressoras 3D e posta online os desenhos dos modelos online para qualquer pessoa baixar.

Conforme o CEO da empresa sem fins lucrativos, Cody Wilson, o objetivo é facilitar o acesso a armas para qualquer cidadão. A empresa prevê um futuro em que qualquer um possa ter acesso fácil a tecnologia para imprimir partes de armas por conta própria.

Segundo Wilson, por mais que os equipamentos de impressão 3D sejam uma das sensações do SXSW, seu potencial verdadeiro ainda não foi aproveitado.

“Quando li as notícias sobre o evento, é tipo, ‘Olhe para essas coisas incríveis que fizemos com a impressão 3D’. Mas as pessoas não sabem o que fazer com isso, é tudo sobre cupcakes e coisas do tipo”, afirmou.

O último modelo publicado pelos texanos foi uma versão “imprimível” em plástico de um magazine de rifle AK-47, capaz de disparar 60 cartuchos antes de a unidade começar a quebrar.

A esperança do grupo é que a tecnologia para isso torne-se tão avançada e espalhada que tornará sem força as leis de controle de armas.

“As pessoas poderão passar esse ‘contrabando’ umas para as outras ao ponto de que ‘contrabando’ não será mais uma maneira significativa de descrever isso”, afirmou Wilson.

Os objetivos perigosos da Defense Distributed já contam com pedras no caminho, incluindo uma possível legislação para fechá-lo. Mesmo assim, Wilson garantiu na apresentação que não vai parar.

De acordo com números de seu CEO, a Defense Distributed já registrou 50 mil downloads nas últimas duas semanas e um total de 400 mil desde dezembro.