José Luiz Rossi, presidente da Serasa Experian e da Experian América Latina. Foto: Divulgação.

A Experian vendeu 75% da sua operação de e-mail marketing para o fundo de investimentos Vector Capital, em um negócio de valor não revelado que tem repercussões diretas no mercado brasileiro.

O Vector é um fundo conhecido, conhecido por ter adquirido a Corel em 2009, além de outras empresas de tecnologia como Landesk e SafeNet.

A repercussão no Brasil se dá pelo fato da Experian ter adquirido a Virid, uma das líderes no mercado local de e-mail marketing, ainda em 2011. 

No país, a empresa é controladora da Serasa Experian. Em 2012, a Experian, que já tinha participação majoritária na empresa, comprou uma fatia de 29,6% da Serasa por R$ 3,1 bilhões dos sócios Itaú, Bradesco, Grupo Santander e HSBC.

A Experian fez aquisições de companhias de e-mail marketing em outros países como Japão e Alemanha.

Na época, a estratégia era diminuir a dependência do seu tradicional negócio de venda de dados sobre risco de crédito, responsável por 95% do faturamento na América Latina (um pouco acima do dobro da média mundial de 40%).

O presidente da Serasa Experian e da Experian América Latina, José Luiz Rossi, informou, em comunicado, que a empresa continua a investir em inovação e soluções para o portfólio de serviços de marketing, porém com esforços concentrados em targeting e data quality.