Apple: hora de voltar para o escritório? Foto: Pexels.

A Apple está nas primeiras fases de um plano gradual para trazer parte dos seus funcionários de volta para os escritórios da companhia.

Segundo revela uma matéria da Bloomberg, a primeira fase, com funcionários que não conseguem ou estão tendo dificuldades para trabalhar de casa já começou.

De acordo com a publicação, as próximas fases devem continuar ao longo de maio e junho nos principais escritórios da empresa.

Nessa primeira fase, os funcionários devem ser chamados para trabalhar regularmente nos escritórios ou por certos períodos de tempo. Em julho, o plano deve ser ampliado para mais funcionários.

O plano de começar a reativar os escritórios coloca a Apple na contramão da política da maioria das empresas do Vale do Silício em relação à pandemia do coronavírus.

Facebook e Google já anunciaram que os funcionários poderão seguir trabalhando em casa por todo 2020, independente da eventual reabertura de escritórios. 

O Twitter foi mais longe e disse que a política de home office deverá seguir por tempo indeterminado.

A Apple, no entanto, é uma empresa bem diferente, principalmente pelo seu foco em desenvolvimento de hardware e ter historicamente apostado em reuniões presenciais e um approach “hands on”, explica a Bloomberg.

Outra matéria recente do The Wall Street também apontou problemas mais prosaicos de acesso a sistemas internos.

Assim, os primeiros funcionários a voltar devem ser aqueles com tarefas ligadas a desenvolvimento de hardware, em áreas que pararam em função de crise, como realidade aumentada e realidade virtual.