Foto: Caco Argemi/Palácio Piratini

A Marcopolo investirá R$ 415 milhões no Rio Grande do Sul até 2016.

Os valores serão aplicados nas unidades de Caxias do Sul, onde a empresa possui duas fábricas.

Mauro Bellini, presidente do Conselho de Administração da Marcopolo, disse ao governador Tarso Genro, em encontro nessa quarta-feira, 13, no Palácio Piratini, que somente nas unidades caxienses serão aplicados R$ 100 milhões já em 2012 e 2013.

Serão construídas novas instalações administrativas, um novo centro logístico e um novo centro de treinamento e formação profissional, além do desenvolvimento e lançamento de novos produtos e da aquisição de equipamentos de última geração para diversos setores das fábricas.

Outros R$ 35 milhões serão aplicados, em São Mateus, no Espírito Santo, para o início da produção de micro-ônibus – da Volare –, com foco na exportação.

“O objetivo do grupo é estar preparado para a maior demanda por ônibus que deverá ocorrer nos próximos anos", disse Bellini.

Os novos investimentos seguem um plano estratégico elaborado e aplicado de 2007 até 2016. Neste período, a empresa deverá investir R$ 1 bilhão.

Ao final dos nove anos de aportes, a empresa tem como meta atingir receita líquida consolidada de R$ 6 bilhões até 2016.

Já houve um aumento da receita de R$ 2,1 bilhões (em 2007) para R$ 3,6 bilhões (previstos para 2012), com perspectivas de superar 40 mil unidades até 2016 (em todas as fábricas no mundo) – hoje, a produção é de 31.526 unidades.

A Marcopolo tem operações no Brasil, África do Sul, Argentina, Austrália, China, Colômbia, Egito, Índia, México e Russia.

O grupo conta com mais de 18 mil empregados e teve receita líquida de R$ 3,3 bilhões em 2011.