Baguete
InícioNotícias> RZ2 troca POA por Florianópolis

Tamanho da fonte:-A+A

MUDANÇA

RZ2 troca POA por Florianópolis

Júlia Merker
// quarta, 13/06/2018 16:12

A RZ2, empresa de desenvolvimento de software, vai mudar sua sede de Porto Alegre para Florianópolis em junho. A companhia vai se instalar no Corporate Park, um condomínio com 50 empresas de tecnologia localizado no norte da ilha.

Rafael Zambelli, sócio da RZ2. Foto: Alice Klein/ Agência Preview.

Com menos de 50 funcionários, a RZ2 não é um grande empregador, mas é o tipo de empresa de tecnologia jovem com um futuro promissor que muitos observadores acreditam que o Rio Grande do Sul está perdendo a capacidade de criar e reter.

A RZ2 acaba de ser o destaque em Serviços de TI do Prêmio Exportação, uma premiação concedida por entidades empresariais gaúchas a empresas que se destacam no mercado internacional.

"Na minha visão, Florianópolis tem se sobressaído em relação a Porto Alegre, por ser uma cidade mais cosmopolita, possuir uma qualidade de vida melhor e ter recebido incentivos mais significativos do governo no que diz respeito à tecnologia", declara Rafael Zambelli, sócio da RZ2.

Fundada em 2009, a RZ2 tem hoje o Checklist Fácil como seu principal produto. O sistema permite a aplicação de checklists através de tablets ou smartphones (sem necessidade de internet), eliminando o uso de planilhas e papéis e gerando relatórios online.

Com a ferramenta, lançada em 2013, a companhia atende hoje clientes 400 no Brasil e em diversos países da América Latina, como México, Colômbia, Peru, Chile, Argentina e outros.

Os clientes brasileiros incluem nomes como Trópico, Marisa, Walmart, Ipiranga, China in Box e Centauro. O primeiro cliente mexicano da empresa foi a Toyota.

Hoje, os projetos internacionais representam cerca de 8% do faturamento da empresa. Em 2018, a RZ2 busca abrir uma unidade em Portugal para expandir as vendas.

A avaliação dos gestores é que o ecossistema de TI de Florianópolis é melhor que o gaúcho, com mais acesso a investidores, programas setoriais de incentivos e um contexto mais favorável para contratação e retenção de mão de obra.

"É visível o aumento da quantidade de empresas de tecnologia nas proximidades da SC-401. Colocando na balança, atualmente o ambiente de Florianópolis está mais atrativo e, principalmente, muito mais promissor do que o de Porto Alegre", detalha.

Recentemente, UFRGS, Unisinos e PUC-RS, as três principais universidades do  lançam a Aliança para Inovação de Porto Alegre, uma iniciativa focada em desenvolver o ecossistema inovador na cidade.

A percepção de fundo é que Porto Alegre está se tornando menos atrativa para empreendedores do setor como a RZ2.

Em 2017, Florianópolis foi eleita, pelo 3º ano consecutivo, a segunda cidade mais empreendedora do Brasil, segundo o Índice de Cidades Empreendedoras publicado pela Endeavor.

No ano passado, outra empresa a mudar sua sede para a capital catarinense foi o Peixe Urbano, que trocou o Rio de Janeiro por Florianópolis.

O estado reúne cerca de 2,9 mil empresas de TI, que somam 5,3 mil sócios empreendedores e cerca de 47 mil colaboradores.

Júlia Merker