O Hospital Alemão Oswaldo Cruz agora é cliente da versão em nuvem da solução Oracle Exadata, chamada de Cloud at Customer. A migração foi feita com o objetivo de obter mais capacidade e performance nos dados e informações em tempo real.

Segundo Fábio Gamer, CIO do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, foi realizado um estudo para avaliar como a Oracle poderia agregar valor ao ambiente tecnológico da instituição. 

“Para chegar a um novo patamar com uma entrega mais performática do nosso serviço, precisaríamos de uma plataforma mais robusta. Depois de trabalhar com a Oracle por anos, decidimos adotar a solução em nuvem para permitir o crescimento que o hospital pretende ter nos próximos anos”, aponta Fábio Gamer, CIO do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Em 2013, o hospital comprou um Oracle Exadata Database Machine. Já a implementação da nuvem foi feita em maio de 2018.

O sistema projetado Oracle Exadata Cloud at Customer possibilita administrar toda a parte de controle assistencial, como o prontuário eletrônico, registro dos pacientes, administração medicamentosa e demais ordens e controles médicos. Além disso, a mudança também tem contribuído na gestão de farmácia e de toda a área financeira, além da gestão de estoque.

“Queríamos ter uma solução para operar 100% no caso de uma catástrofe. Muitos hospitais têm sistemas de contingência e desastres, mas que só funcionam com 20% da capacidade de atendimento. Agora, pergunte a um executivo de uma empresa qualquer se ele consegue fazer seu negócio rodar plenamente apenas com 20% da sua capacidade de operação? A resposta é não”, diz Gamer.

Com a implementação da nuvem, a equipe de TI também passou a dar respostas a problemas mais rápido. 

“Com boa parte do controle de informação e volume de dados sendo cuidados pela Oracle, a equipe de TI do hospital deixou de se preocupar com a parte mais técnica, como o banco de dados, e começou a focar em problemas mais complexos de integrações, vulnerabilidade de dados e continuidade do negócio”, diz Alexandre Maioral, vice-presidente de Tecnologia da Oracle.

O Oswaldo Cruz conta com um corpo clínico de 3,9 mil médicos cadastrados ativos, 2.936 colaboradores e 805 leitos, sendo 582 deles na saúde privada e 223 no âmbito público, ao fim de 2017.

Fundado por um grupo de imigrantes de língua alemã, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz é um dos maiores centros hospitalares da América Latina e referência nas áreas de oncologia e doenças digestivas.