O Makro registrou faturamento de R$ 7,075 bilhões no ano passado. Foto: Divulgação.

O Makro Atacadista está em fase de desenvolvimento de um projeto interno batizado de Move2Cloud. O foco da iniciativa é destinar toda a carga de trabalho de um data center on-premise para a nuvem da Oracle.

Adson Miller, arquiteto de sistemas do ITC Shared Service Center do atacadista, apresentou o projeto durante o Oracle Open World, realizado em junho em São Paulo.

"Estamos muito satisfeitos com nossa participação na Oracle OpenWorld Brasil e com a oportunidade de poder compartilhar o que estamos fazendo e como está a nossa evolução na área de inovação. O objetivo desse projeto é atender às metas de custo e conseguir acompanhar a dinamicidade e velocidade do negócio, provendo a tecnologia e a capacidade de forma rápida, segura e com baixo custo", afirma Miller.

A ferramenta está em fases de testes, mas ele relata que a empresa já vê resultados satisfatório. Agora, a plataforma está em processo de homologação das primeiras ondas para levar a carga de produção. 

"Trata-se de um Full Move2Cloud. No fim do projeto toda a nossa carga de trabalho do data center regional estará em nuvem", completa Miller.

Procurada pela reportagem, a equipe do Makro não divulgou mais detalhes sobre o projeto.

O Makro lidera o ranking da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de 2017. A empresa registrou faturamento de R$ 7,075 bilhões no ano passado, o que representa uma queda de 13,7% em relação a 2016.

No Brasil desde 1972, o Makro é uma empresa do grupo holandês SHV (Steenkolen Handeis Vareeniging) e opera em 5 países da América do Sul: Argentina, Brasil, Colômbia, Peru e Venezuela. A rede tem mais de 130 lojas na região, 74 delas no Brasil.

A Oracle tem na sua oferta de nuvem - que reúne aplicativos, dados, plataforma e infraestrutura oferecidos no modelo de serviço - para crescer, com objetivo até de liderar o mercado cloud.

No Quadrante Mágico para Infraestrutura como Serviço (IaaS) do Gartner, AWS e Microsoft estão disparadas na frente na área de líderes, seguidas de longe pelo Google. Alibaba Cloud, Oracle e IBM aparecem na categoria players de nicho.

A Oracle não é citada na pesquisa de market share deste segmento do Gartner, por ter uma fatia menor que 2%, se encaixando na categoria “Outros” (que soma 41,2% de participação).

O setor é liderado pela AWS, com 44,2% do mercado. A lista segue com Microsoft (7,1%), Alibaba (3%) e Google (2,3%).