Asun é indiciado em operação da Receita. Foto: divulgação.

A rede de supermercados Asun foi uma das empresas apontadas de sonegação de impostos, através da operação Blindagem de Papel, ação operação deflagrada pela Receita Federal e pela Polícia Federa, na manhã desta quarta, 13.

De acordo com a Receita, a rede Asun, que tem dezenove lojas espalhadas por Porto Alegre, região metropolitana da capital e litoral gaúcho, deixou de pagar R$ 260 milhões em tributos declarados.

Além disso, segundo informações das entidades investigadores, a rede varejistas é suspeita de sonegar outros valores. De acordo com a Receita, a rede desviava o lucro para outras empresas controladas por laranjas e membros da família detentora.

Em entrevista a rádios locais, no entanto, o presidente da empresa, Antônio Ortiz, disse que “as acusações são mentirosas”, pois o problema já estava sendo resolvido na Justiça.