Ficou mais difícil voar com Azul saindo de Porto Alegre e Curitiba. Foto: divulgação.

A partir do final do mês, a Azul vai deixar de voar os 10 voos diários que tinha do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para Porto Alegre e Curitiba.

A empresa designou os “slots” dedicados às cidades no Sul para a recém inaugurada operação de ponte aérea Rio-São Paulo, a rota mais lucrativa do país.

A Azul conseguiu entrar na ponte aérea porque recebeu 15 slots em Congonhas da Avianca, cujas operações no Brasil faliram. 

A esses, a empresa somou os 19 focados em Porto Alegre e Curitiba, o que permitirá à Azul operar 17 voos por dia entre São Paulo e Rio de Janeiro, um a cada 50 minutos. 

O preço promocional de estreia será de R$ 99 o trecho.

Slot é o termo usado na aviação para se referir ao direito de pousar ou decolar em aeroportos congestionados. Cada unidade equivale a uma vaga que permite ao seu titular marcar um pouso ou uma decolagem em um intervalo de tempo pré determinado.